Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Náufragos são resgatados ao escreverem 'socorro' em praia de ilha remota

11/04/2024 22h12

Quando não há saída, às vezes só resta pedir "socorro": essa foi a lição que três marinheiros aprenderam esta semana depois de ficarem presos em uma ilha deserta do Oceano Pacífico e escreverem uma mensagem gigante feita com folhas de palmeira que seus socorristas conseguiram avistar do ar.

Três quarentões com muita experiência como marinheiros ficaram presos em uma ilha remota quando seu barco a motor sofreu falhas logo após zarpar em 31 de março do atol Polowat, na Micronésia.

Os homens foram reportados como desaparecidos no sábado (6) por uma mulher que relatou à Guarda Costeira dos Estados Unidos que seus três tios não haviam retornado de Pikelot, uma pequena ilha no remoto Pacífico Ocidental.

"Em uma demonstração impressionante de sua vontade de serem encontrados, os marinheiros escreveram 'HELP' [socorro em inglês] sobre a areia usando folhas de palmeira, o que foi um fator crucial para que fossem encontrados", disse a tenente Chelsea Garcia, coordenadora da missão de busca e resgate.

Chelsea acrescentou que os três foram avistados no domingo por uma aeronave da Marinha americana.

"Esse ato de criatividade foi decisivo para guiar os esforços diretamente até sua localização", acrescentou.

A aeronave lançou aos náufragos equipamentos de sobrevivência e, um dia depois, os socorristas lançaram um rádio, através do qual os marinheiros informaram que estavam com boa saúde, com acesso a comida e água.

Na terça-feira pela manhã, um barco resgatou os homens e os levou de volta ao atol Polowat, segundo a guarda-costeira.

Em agosto de 2020, em um episódio similar, três marinheiros da Micronésia ficaram presos nesse mesmo lugar e foram resgatados depois que aviões militares de Estados Unidos e Austrália detectaram um gigantesco letreiro de "S.O.S." desenhado na praia.

Notícias