Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
2 meses

EUA pedem a Israel que permita entrada de mais combustível em Gaza

Ataques isralenses em Rafah, no sul da Faixa de Gaza - MOHAMMED ABED - 4.dez.2023/AFP
Ataques isralenses em Rafah, no sul da Faixa de Gaza Imagem: MOHAMMED ABED - 4.dez.2023/AFP

Da AFP

04/12/2023 16h38Atualizada em 04/12/2023 18h57

Os Estados Unidos pediram a Israel, nesta segunda-feira (4), que permita a entrada de mais combustível na Faixa de Gaza, território palestino que sofre uma grande escassez de combustível.

"O governo israelense não permitiu a entrada de combustível na sexta-feira mais cedo", declarou à imprensa o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller.

"Tivemos algumas conversas muito francas com eles sobre a necessidade de fornecimento de combustível e vimos algum combustível sendo fornecido na sexta-feira", disse.

"Vimos mais combustível entrar no sábado", mas ao nível de "antes do início da pausa" humanitária, continuou.

"Deixamos claro que queremos que volte não apenas ao nível de combustível fornecido durante a pausa, mas que aumente", detalhou.

Além disso, afirmou que os Estados Unidos viram uma melhora nas táticas israelenses conforme a campanha se estende até o sul da Faixa de Gaza e voltou a pedir que os civis não sejam atacados.

"Temos visto uma solicitação de evacuações muito mais seletiva" do que na campanha no norte de Gaza, então "é uma melhora com relação ao que ocorreu antes", acrescentou.

Como consequência, "pode se esperar que o número de deslocados seja menor no sul de Gaza do que no norte", indicou, e ressaltou que Washington seguirá de perto "os resultados".

Notícias