PUBLICIDADE
Topo

Boeing recomenda suspensão mundial do modelo do avião que caiu na Etiópia

Boeing 737 Max 8 - Divulgação
Boeing 737 Max 8 Imagem: Divulgação

Do BOL, em São Paulo

13/03/2019 16h45

Nesta quarta (13), a Boeing anunciou a decisão de recomendar a suspensão temporária das operações de todas as aeronaves da família 737 Max em todos os países do mundo.

A fabricante norte-americana tomou a decisão em conjunto com a FAA (Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos) e com o comitê norte-americano de segurança nos transportes.

Ao justificar a recomendação, a Boeing informou em nota que a decisão é "um excesso de cautela para reafirmar ao público a segurança das aeronaves".

Os acidentes

A decisão é consequência da suspeita de que as aeronaves da família 737 MAX não são seguras. Em cinco meses, dois modelos deste tipo apresentaram falhas que deixaram vítimas fatais.

Em outubro de 2018, um Boeing 737 MAX 8 caiu na Indonésia, vitimando os 189 tripulantes. No último domingo (10), um avião do mesmo modelo caiu em Bishoftu, na Etiópia, deixando 157 mortos.

Até esta quarta, mais de 10 países já haviam anunciado a proibição da operação das aeronaves, incluindo Grã-Bretanha, China, Austrália, Indonésia Irlanda e Canadá.

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias