PUBLICIDADE
Topo

Brumadinho: Corpo de grávida hospedada em pousada é identificado

A administradora de empresas Fernanda Damian de Almeida, 30, estava grávida de cinco meses - Reprodução/Facebook
A administradora de empresas Fernanda Damian de Almeida, 30, estava grávida de cinco meses Imagem: Reprodução/Facebook
do UOL

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

18/02/2019 09h16

O corpo da administradora de empresas Fernanda Damian de Almeida, 30, foi identificado no fim de semana pela Polícia Civil de Minas Gerais, e consta na lista de mortos identificados na tragédia de Brumadinho. Grávida de cinco meses, Fernanda estava hospedada com o marido, o arquiteto Luis Taliberti Ribeiro da Silva, 31, na Pousada Nova Estância, localizada nos arredores da mina do Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho.

Além de Fernanda, mais cinco corpos foram identificados neste final de semana: Bruna Lelis de Campos, Cristiano Braz Dias, Denilson Rodrigues, Tiago Coutinho do Carmo e Zilber Lage de Oliveira.

Fernanda e Luis estavam de férias no Brasil. O casal morava havia quatro anos na Austrália e veio ao Brasil para revelar à família o sexo do bebê. Fazia dois anos que eles não vinham ao Brasil e aproveitaram a estadia para viajar pelo país. Ficaram uma semana em Florianópolis (SC), foram a Brumadinho (MG), onde visitariam Inhotim e, de lá, partiriam para Tiradentes (MG). 

Conexão na lama | A saga de um casal pelos dados da família desaparecida em Brumadinho

Leia a história
Eles estavam acompanhados por Adriano Ribeiro da Silva, 60, Maria Lourdes Ribeiro, 58, e Camila Taliberti Ribeiro da Silva, 33, respectivamente, pai, madrasta e irmã de Luis. Apenas Maria Lourdes não foi localizada e segue como desaparecida.

Ontem, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou para 169 o número de mortes causadas pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho. Ainda há 141 pessoas desaparecidas - entre funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade. 

Desde o início das buscas, foram localizadas 393 pessoas, das quais 224 da "lista da Vale" e 169 da comunidade. Não há mais hospitalizados, segundo o balanço atualizado pela Defesa Civil.

Bombeiros leem poema escrito por menina de 10 anos em Brumadinho

UOL Notícias

Notícias