PUBLICIDADE
Topo

Partido de Bolsonaro repassou R$ 400 mil para candidata laranja em PE

Reprodução/Descubra Online
Imagem: Reprodução/Descubra Online

Do BOL

Em São Paulo

10/02/2019 15h10

Maria de Lourdes Paixão, que foi candidata a deputada federal nas eleições de 2018 pelo PSL de Pernambuco, recebeu R$ 400 mil de dinheiro público do fundo partidário no dia 3 de outubro para financiar sua campanha. O montante supera as verbas recebidas pelo próprio presidente Jair Bolsonaro e pela deputada Joice Hasselmann, eleita com 1,079 milhão de votos. Maria de Lourdes foi votada por 274 pessoas. As informações são da Folha de S.Paulo.

O valor da verba recebida por Lourdes ligada à sua inexpressiva votação indicam uma candidatura de fachada, onde há simulação, mas não um empenho efetivo na campanha. 


A prestação de contas de Lourdes Paixão aponta que a campanha dela gastou 95% desses R$ 400 mil para imprimir 9 milhões de santinhos e cerca de 1,7 milhão de adesivos entre o dia em que recebeu o dinheiro e a data da eleição, realizada no dia 7 de outubro de 2018.  "Recebi um valor expressivo do partido, mas acontece que quando eu vim a receber já era campanha final, entendeu, e não deu tempo para eu me expandir", disse Lourdes à Folha.

Lourdes Paixão é secretária administrativa do PSL de Pernambuco, estado de Luciano Bivar, licenciado da presidência do partido e eleito vice-presidente da Câmara dos Deputados. O presidente atual do PSL é Antônio Rueda, aliado e advogado particular de Bivar. 

(Com informações da Folha de S. Paulo)

Para receber notícias do Brasil e do mundo, acesse o Messenger do BOL, digite "Notícias" e clique em "Sim". É simples e grátis!

Notícias