PUBLICIDADE
Topo

Sobrou alívio! Botafogo vira sobre Madura e, enfim, vence na Taça Rio

11/03/2019 22h07

O Botafogo continua a sonhar por uma vaga nas semifinais do Campeonato Carioca. Sob os olhares do recém-contratado Diego Souza, o Glorioso obteve sua primeira vitória na Taça Rio, ao bater de virada o Madureira por 2 a 1, na noite desta segunda-feira, no Nilton Santos. Jonathan e Kieza marcaram os gols alvinegros, enquanto Marcinho (contra) fez o gol do Madura.

Após a vitória na terceira rodada, o Fogão volta a campo no domingo, para fazer o Clássico Vovô, diante do Fluminense, às 19h, no Maracanã. Já o Madureira segue em seu jejum na competição estadual.

Início nada glorioso...

O Botafogo deu a impressão que, enfim, encontrara um bom rumo. Erik lançou Kieza, que avançou até a área e finalizou em cima de Douglas. Mas a equipe de Zé Ricardo não só voltou a se atrapalhar em erros de passes, como contou com muita falta de sorte. Na primeira investida clara do Madureira, Bruno lançou Luciano Naninho, que se desvencilhou da marcação e parou em Gatito Fernández. Só que, na sobra, a bola desviou no corpo do botafoguense Marcinho e foi para a rede.

Na pressão, sob pressão!

Penando para criar jogadas e abusando de cruzamentos, o Glorioso partiu para a reação diante de um Madura bem postado na defesa. Cícero encheu o pé em cobrança de falta e carimbou bola no travessão. Em seguida, Kieza teve nova chance, mas não obteve sucesso. Aos 45, Cícero exigiu Douglas em batida rasteira.

Luta coroada com golaço

Aos trancos e barrancos, o Botafogo voltou do intervalo dominando as ações. Kieza foi lançado na área, mas Douglas se antecipou a evitou a conclusão. Em seguida, Gustavo Ferrareis tentou de longe e o camisa 1 do Madura espalmou. De tanto lutar, o Glorioso, enfim, empatou. Bochecha alçou e encontrou Ferrareis na área. O camisa 8 serviu Jonathan, que matou no peito e bateu cruzado.

Tirando pesos das costas

Depositando suas fichas na bola aérea, o Botafogo seguiu tomando as rédeas até ver, em uma jogada só, ter a chance de virar a página de lembranças difíceis. Autor do gol contra e vaiado no decorrer do jogo no Nilton Santos, Marcinho fez cruzamento preciso. Kieza subiu entre os zagueiros e, após a bola carimbar no travessão, voltou nas costas de Douglas e entrou, quebrando um fim de um jejum de cinco partidas do camisa 9. De quebra, o Glorioso voltava a saborear o gosto de uma vitória no Campeonato Carioca.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2x1 MADUREIRA

Data-Hora: 11-03-19 - 20h

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ) Nota L!:

?Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro (RJ) e Thiago Rosa Esposito (RJ)

Público / Renda: 3.344 pagantes (5.737 presentes) / R$ 82.155

Cartões amarelos: Marcelo Benevenuto (BOT), Marlon, Cláudio Maradona, Everton (MAD)

Gols: Marcinho (contra), 11/1º T (0-1), Jonathan, 16/2º T (1-1) e Kieza, 39/2º T (2-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Jonathan; Gustavo Bochecha (João Paulo, 30/2º T), Cícero, Gustavo Ferrareis (Rodrigo Pimpão, 25/2º T) e Luiz Fernando (Igor Cássio, 34/2º T); Kieza e Erik. Técnico: Zé Ricardo

MADUREIRA: Douglas; Arlen, Pierre, Junior Lopes e Rezende; Levi, Rodrigo Dantas, Bruno e Luciano Naninho; Marlon (Derek, 19/2º T) e Claudio Maradona. Técnico: Gaúcho

Esporte