PUBLICIDADE
Topo

Após eliminação, presidente do PSG não assegura permanência de Tuchel

07/03/2019 10h45

A terceira eliminação seguida do PSG nas oitavas de final da Liga dos Campeões não pegou bem com a diretoria do clube. Após a derrota, nesta quarta-feira, para o Manchester United, por 3 a 1, o dono e presidente da equipe, Nasser Al Khelaifi, disse que pretende renovar o modelo esportivo e não assegurou a permanência do treinador Thomas Tuchel.

- Confiamos no treinador. Vamos ver se vamos mudar ou não, mas não agora, depois da eliminação. As decisões devem ser tomadas com a cabeça fria. Devemos nos acalmar. Também devemos saber se o treinador quer ou não permanecer, o que é o mais importante - disse o presidente, que classificou a derrota como "uma grande decepção"

Saídas?

O presidente vai ter trabalho nas próximas semanas para evitar uma crise maior. O Real Madrid, também em crise, quer renovar o seu elenco e pode voltar a cobiçar as duas grandes estrelas da equipe, Neymar e Mbappé.

Outra decepção

A eliminação nas oitavas é a terceira seguida do PSG (veja os melhores momentos abaixo). A conquista da Liga dos Campeões sempre foi taxada pelo clube como o principal objetivo da temporada, que vai trazer ganhos tanto financeiros como esportivos, tendo em vista que é um título que a equipe nunca conquistou.

Esporte