PUBLICIDADE
Topo

Ideia de Odair Hellmann é ter meio-campo que neutralize o Palestino

04/03/2019 19h10

Neutralizar a aproximação que caracteriza o jogo do Palestino-CHI. É dessa forma que avaliou o técnico Odair Hellmann em entrevista coletiva que o Internacional aumenta suas chances de obter um resultado positivo em sua estreia na Copa Libertadores na próxima quarta-feira (6) em Santiago.

O treinador do Colorado ainda deu detalhes de como enxerga o funcionamento do time que venceu a Copa Chile e chegou a fase de grupos da competição após eliminar nas fases anteriores Independiente Medellín-COL e Talleres-ARG:

- Falando taticamente sobre o Palestino, que joga em um 4-4-2 em losango, com três volantes. O time deles joga com dois atacantes, um de referência e outro de movimentação. Os laterais são quase alas. O Inter terá que ter um meio-campo muito forte porque é ali que se estabelece o jogo do Palestino, com infiltrações e aproximações.

Para tentar minimizar a possível ansiedade que um jogo de estreia em Liberta pode causar, algo que ele também passará como treinador do Colorado pela primeira vez, Odair conta com o trabalho e a experiência de nomes como Rafael Sobis, por exemplo.

Todavia, ele também quis deixar claro o fato de que não é apenas baseado em nomes tarimbados em competições desse tipo a sua esperança em ir longe na edição de 2019:

- O Sobis é um cara experiente e não foi só isso que fez com que ele voltasse ao Inter. Ele vai nos ajudar demais na nossa caminhada, independente de inicar o jogo ou não. A gente não ganha jogos somente com 11 atletas. Não vamo ser campeões com 11, mas sim com o grupo.

Esporte