PUBLICIDADE
Topo

No Corinthians, Cássio exalta Ronaldo e 'respeita' escolha de Tite

01/03/2019 12h56

Dois dias após ter sido o herói da classificação do Corinthians à segunda fase da Copa Sul-Americana ao defender dois pênaltis contra o Racing (ARG), o goleiro Cássio concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava. Ele exaltou Ronaldo Giovanelli, ex-goleiro recordista de jogos pelo Timão. Enquanto Ronaldo classifica Cássio como o maior da história do clube, Cássio voltou a dizer que Ronaldo é o dono do posto.

Cássio também exaltou outros dois ex-goleiros: Marcos e Rogério Ceni, ídolos dos rivais Palmeiras e São Paulo. Marcos, inclusive, chamou Cássio de "monstro" em um comentário no Instagram.

- Vi as postagens dele, até uma eu respondi. Ronaldo é um cara que admito muito, sempre admirei, vi que o Marcão comentou, é uma referência dentro e fora de campo, um cara do bem, muito vitorioso, um dos que respeito e admiro, mesmo sendo rival, ele , Rogério e Ronaldo. Eu atingi a marca de ser o segundo maior goleiro, acredito que tem possibilidade de alcançar, mas minha opinião sobre ele vai seguir a mesma sobre ele ser o maior da história do Corinthians. Me sinto privilegiado, ele é um dos grandes da história e o respeito que ele tem por mim é grande, fico muito feliz - afirmou Cássio, que completou 395 jogos pelo Corinthians, enquanto Ronaldo soma 602.

Cássio também falou sobre não ter sido convocado para a Seleção Brasileira na última quinta-feira. Em relação aos goleiros que disputaram a Copa do Mundo do ano passado, Alisson e Ederson foram lembrados por Tite, mas Cássio perdeu lugar para Weverton, do Palmeiras.

- A questão de não mexer não quer dizer que eu não queria estar lá, mas respeito, os goleiros convocados estão muito bem, Weverton campeão brasileiro agora, tem que ter respeito. Consegui chegar a uma Copa do Mundo não ficando chateado, aqui no Corinthians que pode me levar, ganhando títulos, é trabalhar. Quem sabe na próxima convocação? Quando o professor achar, estarei pronto para poder ajudar - disse Cássio.

O Corinthians enfrenta o São Bento neste sábado, às 16h30, em Sorocaba, pela nona rodada do Paulistão. Cássio quer que a equipe tenha o mesmo nível de concentração do jogo diante do Racing para conseguiu um resultado positivo.

- Tem muitas situações que servem de experiência e exemplo, levamos isso dentro de campo. Fazer um jogo abaixo e depois de um alto nível, não tem mais margem para oscilar ou começar devagar um jogo, conversamos sobre isso, manter regularidade. É trabalho, concentração. Não teve tanto tempo de recuperação, viagem cansativa, até pela batida de jogos, mas amanhã temos tudo para fazer um grande jogo. Amanhã é ter mais um desempenho bom, conseguir os três pontos e conseguir a classificação - projetou.

Esporte