PUBLICIDADE
Topo

Com dois de Piatek, Milan vence Atalanta e pressiona Inter de Milão no G4

Piatek, do Milan, comemora o primeiro gol da equipe - Miguel Medina/AFP
Piatek, do Milan, comemora o primeiro gol da equipe Imagem: Miguel Medina/AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

16/02/2019 19h27

Sem perder há seis jogos no Campeonato Italiano, o Milan ampliou seu bom retrospecto e segue sem derrota neste ano na competição nacional. Neste sábado (16), o Milan visitou a Atalanta e, de virada, venceu pelo placar de 3 a 1, encostando no arquirrival Inter de Milão, atual terceiro colocado.

Após enfrentar problemas no primeiro tempo e sair perdendo, o Milan contou com a estrela do atacante polonês Piatek, que empatou a partida no último lance do primeiro tempo, para manter-se vivo no duelo. Na segunda etapa, o vice-artilheiro do Italiano voltou a balançar as redes e garantir o resultado para os Rossoneros.

Leia também:

Icardi e irmã transformam Twitter em "Casos de Família" com barraco

Carro de mulher de Icardi é apedrejado por torcedores da Inter, diz jornal

Com a vitória, o Milan chegou aos 42 pontos e manteve-se na quarta colocação do Campeonato Italiano, pressionando o rival Inter de Milão, que ocupa a terceira colocação com 43 pontos, e joga no domingo (17), contra a Sampdoria. Já a Atalanta segue em quinto, com 38 pontos. Na próxima rodada, o Milan de Lucas Paquetá enfrenta o Empoli, na sexta-feira (22), às 16h30 (de Brasília), no estádio San Siro.

O melhor: Piatek

O atacante polonês Piatek não teve muitos espaços contra a defesa da Atalanta, mas precisou de apenas duas bolas para garantir a vitória do Milan e tranquilizar seus torcedores. No primeiro tempo, o centroavante aproveitou cruzamento para empatar a partida. Já na segunda etapa, usou a cabeça para marcar o terceiro dos visitantes.

Com os gols anotados, Piatek aumentou sua bela média pelos Rossoneros: são seis gols em cinco jogos com a camisa do time italiano. 

O pior: Hataboer

O lateral direito da Atalanta deu muito espaço ao time do Milan na segunda etapa. Foi em cima de Hataboer que os visitantes focaram suas investidas e conseguiram marcar com Calhanoglu e Piatek. 

Jogadores da Atalanta comemoram gol sobre o Milan pelo Italiano - Miguel Medina/AFP - Miguel Medina/AFP
Imagem: Miguel Medina/AFP

Atalanta começa bem, mas perde fôlego 

A Atalanta iniciou a partida com seus jogadores de meio de campo e ataque pressionando a lenta saída de bola do Milan. Com Lucas Paquetá se desdobrando entre a função de armador e de marcador, a defesa do Milan encontrava dificuldades para sair jogando com qualidade. Com o rival encurralado, a Atalanta conseguiu abrir o placar após boa jogada individual de Ilicic e gol de Freuler. 

Com a vantagem no placar, os mandantes viram o Milan lançar-se ao ataque, e sofreram o gol de empate ainda no primeiro tempo, com Piatek aproveitando cruzamento de Rodríguez. Cansado, o time da Atalanta pouco produziu na segunda etapa, e não mostrou a mesma eficiência defensiva, dando espaço aos atacantes do Milan. 

Jogadores do Milan comemoram gol sobre a Atalanta - Miguel Medina/AFP - Miguel Medina/AFP
Imagem: Miguel Medina/AFP

Milan cresce no segundo tempo

Após levar a partida em condição de igualdade para o intervalo, o Milan voltou com maior intensidade no segundo tempo. Com os volantes da Atalanta sobrecarregados, Calhanoglu teve espaço na entrada da área, aos nove minutos, e arriscou chute no canto esquerdo de Berisha para virar a partida. 

Sem reação, a Atalanta não conseguiu ficar com a bola, e perdeu divididas no meio de campo com frequência. Em cobrança de escanteio, o golpe final do Milan: gol de cabeça de Piatek, que deixou a partida para a entrada de Cutrone.

Atalanta surpreende Donnarumma 

O jovem goleiro italiano Donnarumma foi pouco exigido neste sábado, mas, quando a equipe de Gattuso mais precisou de seu talento, acabou deixando seus companheiros na mão. Após Ilicic fazer grande jogada individual pelo lado esquerdo da defesa do Milan, o pior setor da equipe nos primeiros 45 minutos, o volante Freuler apareceu bem colocado dentro da área e chutou para abrir o placar. Donnarumma chegou a tocar na bola, que não ganhou muita força, mas viu a redonda bater na trave antes de cruzar a linha. 

Rafael Tolói não consegue neutralizar Piatek 

O zagueiro brasileiro Rafael Tolói foi titular pela Atalanta e teve missão ingrata: marcar o centroavante Piatek. No início da partida, o defensor até conseguiu neutralizar o polonês em jogadas laterais, mas, quando deu um pequeno espaço para Piatek, viu o rival do Milan balançar as redes.

Piatek, jogador do Milan, marcou dois gols na vitória da equipe sobre a Atalanta - Miguel Medina/AFP - Miguel Medina/AFP
Imagem: Miguel Medina/AFP

Cuidado, Cristiano Ronaldo!

Com os dois gols anotados neste sábado, Piatek chegou aos 17 gols no Campeonato Italiano - sendo seis pelo Milan e 11 pelo Genoa - e é o vice-artilheiro da competição, atrás apenas de Cristiano Ronaldo, da líder Juventus, que soma 19 gols.

Milan luta contra jejum

Com sete títulos da Liga dos Campeões, o Milan é o segundo maior vencedor do torneio europeu, atrás apenas do Real Madrid - com 13 títulos. No entanto, a última vez que o clube italiano disputou a competição foi na temporada 2013/14, quando foi eliminado pelo Atlético de Madri nas quartas de final.

FICHA TÉCNICA
ATALANTA 1 X 3 MILAN

Data: 16 de fevereiro de 2019, sábado
Local: Estádio Atleti Azzurri D'Itália, em Bergamo-ITA
Hora: 17h30 (de Brasília)
Cartões amarelos: De Roon (Atalanta); Suso e Rodríguez (Milan)
Cartão vermelho: não houve

GOLS: Freuler, aos 33 minutos do primeiro tempo (ATALANTA); Piatek, aos 45 minutos do primeiro tempo, Calhanoglu aos 9 minutos e Piatek aos 15 minutos do segundo tempo (MILAN)

ATALANTA: Berisha; Djimsiti, Rafael Tolói, Palomino e Hateboer (Gosens); Freuler, De Roon, Ilicic e Castagne; Zapata (Barrow) e Papu Gómez (Kulesevski)
Técnico: Gian Piero Gasperini

MILAN: Donnarumma; Calabria, Musacchio, Romagnoli e Rodríguez; Kessié, Bakayoko, Lucas Paquetá (Laxalt), Calhanoglu e Suso (Castillejo); Piatek (Cutrone)
Técnico: Gennaro Gattuso

Esporte