PUBLICIDADE
Topo

'A cara de Sampaoli', Santos se impõe e vence clássico contra o São Paulo

27/01/2019 19h04

Na tarde deste domingo, no Pacaembu, o Santos fez a alegria das mais de 20 mil pessoas presentes e venceu o São Paulo, por 2 a 0, com gols de Luiz Felipe e Derlis González. O resultado manteve a zaga do Peixe zerada no Campeonato Paulista - até aqui, foram sete gols marcados e nenhum sofrido - e quebrou a invencibilidade de dois jogos do Tricolor no estadual. O Alvinegro é líder isolado do Grupo A e o rival segue no topo do Grupo D.

Na próxima rodada, o time do Morumbi enfrenta o Guarani, no Pacaembu, na quinta-feira. Já o Peixe, na mesma data, visita o Bragantino, em Bragança Paulista. O Tricolor poderá contar com a estreia de Hernanes na partida na capital paulista.

Protagonista

O fato de ter o São Paulo como rival não intimidou o Santos. Como pede Jorge Sampaoli a cada jogo, a equipe foi protagonista nos primeiros 45 minutos do clássico no que diz respeito à posse de bola e desceu aos vestiários, no intervalo, ganhando. Inspirado no discurso do comandante argentino, Jean Mota mais uma vez se destacou e bateu com precisão uma falta para Luiz Felipe completar às redes no final da etapa inicial, coroando a boa atuação.

Toma lá...

Pressionado, o São Paulo se fechou em seu campo de defesa e apostou em saídas rápidas de contra-ataque, enquanto o Santos preferia trabalhar as jogas. Com o bom pivô de Pablo e a experiência de Nene, o Tricolor Paulista pecou no último passe, mas também incomodou o Peixe.O Santos contava com a velocidade Soteldo e a boa movimentação de Derlis no ataque. O paraguaio, inclusive, foi deixado na cara do gol por Pituca, mas não marcou o gol.

Estratégias

O duelo tático dos dois treinadores tornou o segundo tempo mais interessante ainda: André Jardine optou pela entrada de Diego Souza e Sampaoli promoveu a estreia de Felipe Aguilar, deixando o Santos com uma linha de três atrás. Mudado, o São Paulo conseguiu neutralizar em parte a posse de bola do Santos e se fez mais presente em seu campo de ataque. Mas não foi suficiente para conseguir infiltrar a defesa santista e abrir o marcador.

Soberano Alvinegro!

Melhor desde o início da parida, a cartada final do Santos saiu dos pés de Alison. O volante foi o autor de um primoroso lançamento para Derlis. Veloz, o paraguaio disparou pela esquerda do ataque, venceu Tiago Volpi com facilidade e ampliou. Enquanto a torcida santista começava a gritar 'olé', o São Paulo se manteve na briga para diminuir o marcador e chegou a levar perigo, mas acabou mesmo derrotado. Derlis ainda teve a chance de ampliar, cara a cara com Volpi, mas o goleiro do São Paulo fez boa defesa.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)

Data-Hora: 27/1/2018 - 17h

Árbitro: Vinicius Furlan

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Neuza Ines Back

Público/renda: 18.601 pagantes/R$ 630.964,00

Cartões amarelos: Felippe Cardoso, Carlos Sánchez, Copete, João Paulo, Diego Pituca, Luiz Felipe e Derlis González (SAN), Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo e Hudson (SAO)

Cartões vermelhos: -

Gols: Luiz Felipe (44'/1ºT) (1-0), Derlis González (22'/2ºT) (2-0),

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho (Copete, aos 9'/2ºT); Alison, Carlos Sánchez, Diego Pituca e Jean Mota (Felipe Aguilar, aos 9'/2ºT); Soteldo (Felippe Cardoso, aos 21'/2ºT) e Derlis González. Técnico: Jorge Sampaoli.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Peres e Reinaldo; Jucilei, Hudson (Brenner, aos 30'/2ºT) e Nenê (Liziero, aos 29'/2ºT); Helinho (Diego Souza, no intervalo), Everton e Pablo. Técnico: André Jardine.

Esporte