PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras quer usar maratona até clássico para deixar time perto do ideal

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

22/01/2019 10h00

Luiz Felipe Scolari considera que o Palmeiras ainda levará mais alguns jogos para estar pronto, fisicamente e taticamente. Com uma pequena maratona até o Dérbi neste início de Paulista, o técnico quer aproveitar a árdua sequência para rodar o elenco e seguir a evolução da pré-temporada.

Depois de empatar com o Red Bull no domingo, o Verdão joga nesta quarta-feira contra o Botafogo-SP, às 21h, no Allianz Parque. No próximo domingo (dia 27/1), visita o São Caetano; na quarta-feira seguinte (30/1), vai a Barueri enfrentar o Oeste, e no sábado (2/2) recebe o Corinthians, novamente no Allianz.

Apenas depois dessa sequência, o técnico voltará a ter semanas cheias. Até lá, precisará cuidar da carga de treinos e jogos, já que os atletas vêm de uma pré-temporada curta imposta pelo calendário, e consequentemente ainda não estão 100%. Este cenário só incentiva o rodízio imposto pelo comandante.

Bruno Henrique, por exemplo, é o capitão de Luiz Felipe Scolari, mas a preocupação com a parte física o fez começar o duelo com o Red Bull no banco. O técnico ainda tem cinco vagas para preencher na 1ª fase do Paulista. Brigam por ela: Fabiano, Juninho, Jean, Matheus Fernandes, Guerra, Hyoran, Moisés, Raphael Veiga, Carlos Eduardo, Arthur Cabral e Ricardo Goulart.

A tabela montada para o Palmeiras neste início, inclusive, não agradou ao comandante alviverde.

"São quatro jogos em 10 dias, três fora. Tem mais algum time grande que sai três vezes (de casa) nos primeiros quatro jogos?", questionou Felipão, domingo.

"Só depois de 30, 35, 40 dias, mais quatro jogos para poder ir dando condições a eles. Nós vamos fazer o que tem que fazer. Vamos rodar para o próximo jogo, sete ou oito vão jogar, aí vamos dando condições", completou.

Na segunda-feira, a primeira parte do treino foi aberta aos jornalistas, e nela o técnico montou duas escalações sem os titulares de domingo, que fizeram atividades regenerativas.

Esporte