Topo
Notícias

Congonhas inaugura bolsão para über e mais carros de aplicativo; entenda como funciona

11/07/2024 14h01

AEROPORTO/CONGONHAS/BOLSÃO/ÜBER - A concessionária Aena Brasil inaugurou nesta quinta-feira, 11, o bolsão para motoristas por aplicativo no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. O espaço conta com um estacionamento com capacidade para 145 vagas e aceita apenas motoristas que comprovem que estão em filas para atendimento em aplicativos de transporte conveniados.

Ajustes na sinalização e criação de uma sala de espera no ponto de encontro com passageiros (que, no aeroporto, fica na área de desembarque dos voos), além de mudança de local dos pontos de parada de ônibus de companhias aéreas, também estão sendo feitos para melhorar o fluxo de acesso e partida do aeroporto.

"A gente espera que o passageiro que escolhe o aplicativo tenha uma experiência mais rápida e mais fácil. Mais fácil porque o ponto de encontro vai ser sinalizado, ele vai saber onde ele vai ter que ficar para esperar o carro, e mais rápida porque antes ele pegava um motorista que muitas vezes estava fora do sítio aeroportuário e o trânsito da cidade fazia com que esse motorista demorasse pra chegar aqui" diz Michel Cabral, gerente de gabinete do Aeroporto de Congonhas.

A estimativa da AENA Brasil é de que, hoje, 60% dos passageiros de Congonhas utilizam carros de aplicativo para chegar e partir do aeroporto.

Antes, sem infraestrutura específica, os motoristas de aplicativo precisavam rondar a região de Congonhas, estacionar em ruas do outro lado da Avenida Washington Luís ou ficar parados no local de embarque de passageiros, implicando em multas de trânsito para os profissionais, gerando engarrafamentos na região e dificultando o acesso de demais motoristas e passageiros.

Como funciona o bolsão em Congonhas?

O bolsão fica a 300 metros da área de desembarque de voos, ligado por uma rampa tanto a este local, quanto à área do check-in, onde os motoristas de aplicativos deixam os passageiros no aeroporto. Foi construído em um terreno parcialmente cedido por uma loja de aluguel de carros que opera no local.

Ali, os motoristas podem aguardar por chamados de corridas e então se direcionar ao ponto de encontro com o passageiro somente na hora de buscá-lo. A estrutura já existe no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

O local conta com banheiros femininos e masculinos para os motoristas. Mas o uso deve ser exclusivamente utilizado como ponto de espera. A Aena Brasil estuda a aplicação de multas para uso irregular do espaço, como para carros estacionados por muito tempo, se perceber que há necessidade de tomar esse tipo de medida.

Douglas dos Santos Neto, motorista de aplicativo há quatro anos, aprovou a novidade. "Sempre que toca uma corrida para essa região, a gente costuma parar perto do aeroporto para tentar pegar corridas mais lucrativas. Mas antes, a gente ficava lá fora, com risco de tomar multa, com a CET sempre pressionando a gente. Agora, com esse estacionamento aqui, a expectativa é de que isso melhore."

"Em Guarulhos isso funciona super bem já", disse Everaldo Ribeiro, motorista há seis anos. De acordo com os profissionais, o local de implementação foi bem escolhido. "Eu deixei um passageiro lá em cima (área de embarque para os voos do aeroporto), dei a volta pelo viaduto, parei no bolsão por 10 minutos e já fui chamado pra buscar um passageiro aqui. Achei bem prático", disse Milton Bueno, motorista de aplicativo.

Segundo Cabral, neste momento apenas a Uber tem convênio com a Aena Brasil para que seus motoristas utilizem o espaço. A 99 tem conversado para se conveniar também. Qualquer aplicativo pode ser aceito.

O objetivo de conveniar as empresas de veículo de transporte é, além de regulamentar o uso pelos motoristas, desenvolver ajustes nos aplicativos para que eles indiquem pontos de encontro com motoristas mais específicos, levando em consideração a nova sinalização do aeroporto.

Mudanças no ponto de encontro com motoristas e ônibus de companhias aéreas

A Aena Brasil decidiu também retirar o ponto de embarque e desembarque de ônibus fretados do meio-fio, na área de desembarque de voos, onde hoje também funciona o ponto de encontro com carros de aplicativo. Com isso, os passageiros poderão esperar pelos motoristas também na calçada do meio-fio, ampliando o espaço para o serviço.

Com isso, o embarque e desembarque de ônibus fretados de companhias aéreas, que fazem conexão com outros aeroportos paulistas, acontecerá agora no piso superior, em frente à área do check-in.

A área de ponto de encontro com os motoristas de aplicativo também está recebendo novas placas que dividem o espaço em setores, facilitando a indicação ao passageiro e motorista de qual o ponto exato de encontro e evitando micro congestionamentos.

Até o fim de junho, a haverá também a implantação de um lounge com sala de espera para os passageiros, segundo a AENA Brasil.

Os passageiros entrevistados pelo Estadão na manhã desta quinta-feira relataram não sentir diferença, ainda, em relação ao tempo de aceite de corridas e chegada de veículos. De acordo com frequentadores do aeroporto, o fluxo na região costuma ser menor neste período do ano, por isso o incômodo com congestionamentos também é menor. Congonhas opera principalmente voos de passageiros corporativos.

"O trânsito aqui é muito grande em meses de grande fluxo. Com certeza, era preciso fazer alguma coisa sobre isso. Eu espero que melhore", disse Ana Carla Lima, de 25 anos, relações públicas.

Notícias