Topo
Notícias

Vereador morre atropelado em romaria para agradecer por ser eleito em GO

Geraldo Neto Almeida publicou foto nas redes sociais antes de sair para romaria em Goiás - Geraldo Neto Almeida/23.jun.2023-Facebook
Geraldo Neto Almeida publicou foto nas redes sociais antes de sair para romaria em Goiás Imagem: Geraldo Neto Almeida/23.jun.2023-Facebook
do UOL

Do UOL, em São Paulo

09/07/2024 15h58

Um vereador de 45 anos morreu atropelado durante uma romaria em Goiás no último sábado (6).

O que aconteceu

Geraldo Neto Almeida (PDT) foi atingido por um carro na BR-060. O acidente ocorreu nas primeiras horas da manhã no km 195 da via. Ele morreu na hora, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

O vereador da cidade de Rio Verde (GO) estava acompanhado de colegas. Nenhum deles ficou ferido.

Motorista não prestou socorro, fugiu e se apresentou à delegacia no dia seguinte. Segundo a PRF, ele alegou que a luz do sol atrapalhou a visibilidade e disse que temeu pela própria segurança após o acidente, decidindo, assim, fugir.

Ele foi liberado após prestar esclarecimentos, segundo a PRF. O UOL buscou a Polícia Civil para saber se o caso é investigado e aguarda retorno sobre o assunto.

Romaria era promessa após eleição, diz família

Conhecido como "Geraldo Neto do Povo", o vereador fazia a romaria anualmente desde que foi eleito. O caminho era cumprido como promessa após 16 anos de tentativas para o cargo e dois períodos como suplente, informou a família ao UOL.

Caminho de mais de 200 km se encerraria na festa do Divino Pai Eterno. A celebração ocorre no município de Trindade, também em Goiás. Geraldo estava a cerca de 30 km do destino quando foi atingido.

Câmara decretou luto de três dias. Em comunicado de pesar, o presidente Idelson Mendes lamentou a morte do colega.

Notícias