Topo
Notícias

Alcaraz vence Tommy Paul e vai enfrentar Medvedev na semifinal de Wimbledon

09/07/2024 13h43

O tenista espanhol Carlos Alcaraz, número 3 do mundo e atual campeão de Wimbledon, se classificou para a semifinal do torneio londrino ao derrotar o americano Tommy Paul (13º) nesta terça-feira (9).

Alcaraz fechou o jogo em 3 sets a 1, com parciais de 5-7, 6-4, 6-2 e 6-2, em três horas e 11 minutos.

"Esperava um jogo difícil porque ele vinha de ganhar em Queen's e derrotou grandes jogadores", declarou o espanhol de 21 anos após derrotar Paul.

"No início do primeiro set e do segundo tinha a impressão de estar jogando no saibro, com trocas muito longas. Cada ponto durava dez ou 15 golpes", acrescentou.

Só a primeira parcial durou 72 minutos, algo muito incomum em jogos na grama.

"Depois de perder esse primeiro set, tive que me manter forte mentalmente. Sabia que o caminho era longo, que o jogo ia demorar. Então me concentrei e estou muito feliz por ter encontrado as soluções" para vencer, comemorou Alcaraz.

Seu próximo adversário será o russo Daniil Medvedev (5º), que derrubou o italiano Jannik Sinner, número 1 do mundo, em uma batalha de quatro horas na quadra central.

"É um grande jogador, acaba de derrotar Jannik Sinner, que atualmente é o melhor. Isso significa que está em um grande momento. Terei que estar na minha melhor versão, que acreditar em mim. Vai ser um jogo muito difícil", prevê Alcaraz.

- Medvedev derruba o número 1 -

Mais cedo, Medvedev eliminou Sinner em um duelo eletrizante pelas quartas de final, com parciais de 6-7 (7/9), 6-4, 7-6 (7/4), 2-6 e 6-3.

"Eu sabia que para vencer Jannik teria que ganhar um jogo que seria muito difícil. Não é fácil ganhar dele, mas cheguei a pensar nisso quando ele se sentiu mal. Sabia que ele era capaz de se recuperar e jogar melhor, então estou feliz por ter mantido um alto nível", comemorou o russo.

"São sempre momentos difíceis de administrar. Vi que ele não estava se movimentando muito bem, então queria fazê-lo correr para que sofresse um pouco mais. Mas ao mesmo tempo, ele podia pensar que, como não podia correr, iria para o tudo ou nada. E ele fez isso!", explicou Medvedev.

Sinner caiu de produção no início do terceiro set, quando parecia estar extremamente fraco, mas depois se mostrou mais sólido.

"Foi difícil. Ele jogou melhor do que eu nos momentos importantes, especialmente no terceiro set, que foi muito importante. Depois, o quinto set poderia ir para qualquer um dos dois. Ele ganhou. Já foi número 1 do mundo no passado e ganhou muitos títulos, é um jogador que sabe como lidar com diferentes situações na quadra", reconheceu o italiano.

Com a vitória, Medvedev anos se vinga da derrota para Sinner na final do Aberto da Austrália, em janeiro, e chega pelo segundo ano consecutivo à semifinal de Wimbledon. No ano passado, ele foi derrotado nessa fase justamente por Alcaraz.

ig/dr/iga/cb/dd

© Agence France-Presse

Notícias