Topo
Notícias

IA do Google e tela maior: conhecemos o novo celular dobrável da Motorola

do UOL

Do UOL, em Nova York*

25/06/2024 13h00Atualizada em 28/06/2024 15h56

Uma nova geração de celulares com telas dobráveis foi anunciada nesta terça-feira (25) pela Motorola: o razr 50 e o razr 50 Ultra, ambos em formato flip (abrem e fecham como uma concha).

Herdeiros da linha Razr V3, as novidades envolvem telas externas maiores que permitem usar diferentes recursos do telefone sem a necessidade de abri-lo. Os lançamentos oferecem ainda funcionalidades com inteligência artificial, a partir do sistema da marca, a Moto AI, e da parceria com o Google, com o Gemini - acompanhando a tendência do mercado de smartphones.

Os preços são US$ 699 e US$ 999 nos Estados Unidos, respectivamente. Ainda não há data para a chegada deles e nem preços no Brasil. Segundo a empresa, isso acontecerá em breve. O UOL acompanhou os lançamentos de perto e eu conto a seguir as minhas primeiras impressões sobre os smartphones.

Motorola razr 50 Ultra (esq.) e motorola razr 50 (dir.) - Bruna Souza Cruz - Bruna Souza Cruz
Motorola razr 50 Ultra (esq.) e motorola razr 50 (dir.)
Imagem: Bruna Souza Cruz

Motorola razr 50 Ultra

Tela externa. Ficou maior, com 4 polegadas. O razr 40 Ultra, do ano passado, tem um painel com 3,6 polegadas. Agora existem menos bordas e maior aproveitamento de espaço. Com o celular fechado é possível, por exemplo:

  • Abrir o aplicativo de câmera e tirar selfies.
  • Navegar pelo Google Fotos (inclui visualizar, apagar e favoritar fotos e vídeos).
  • Acompanhar a previsão do tempo.
  • Navegar pelo Google Maps - foi possível aproximar o trajeto usando a tela e observar o percurso em diferentes ângulos. A tela maior é mais prática para esse tipo de ação.
  • Jogar.
  • Verificar mensagens e notificações.
  • Acessar a IA do Google, Gemini (entenda melhor a seguir).

Outra novidade é o conjunto de interfaces customizáveis para a tela maior. A pessoa pode escolher se deseja que o calendário dela seja priorizado e exibido antes do que as informações de previsão do tempo. Ou então que ele venha antes da interface relacionada à músicas reproduzidas no telefone.

A experiência é parecida quando você vai organizar os aplicativos e widgets na tela padrão de um celular, adicionando alguns, apagando outros, movendo programas de lugar.

A taxa de atualização é outro destaque positivo, ela é bem alta, até 165 Hz. Isso deixa a resposta a comandos, o deslizar da tela e a transição de cenas ainda mais rápidos e fluidos. A média de celulares top de linha no formato tradicional gira em torno de um painel com até 120 Hz.

Tela interna. Com o telefone totalmente aberto, a tela interna fica com 6,9 polegadas, o mesmo da geração anterior. Ela segue com poucas bordas laterais. Uma característica que achei positiva foi que o painel não possui nenhum tipo de relevo na parte que fica dobrado. Ao passar o dedo, a sensação é que a tela é quase 100% lisinha.

Moto razr 50 Ultra aberto: tela de 6,9 polegadas - Bruna Souza Cruz - Bruna Souza Cruz
Moto razr 50 Ultra aberto: tela de 6,9 polegadas
Imagem: Bruna Souza Cruz

Abertura mais suave. A dobradiça foi atualizada, segundo a Motorola. Isso faz com que o movimento de abrir e fechar fique mais suave - abrir com apenas uma das mãos ficou mais fácil, de fato, como a reportagem pode sentir ao manusear os telefones.

Moto razr 50 ultra dobrado - UOL - UOL
Moto razr 50 Ultra pode ser dobrado em diferentes ângulos
Imagem: UOL

Câmeras. A quantidade de lentes se manteve, mas elas ganharam megapixels. A principal produz fotos agora com 50 MP, e o sensor telefoto também. O zoom óptico é de 2x.

Gravação automática de vídeo em formato de "L". Os dois lançamentos permitem gravação de imagens quando os telefones estão dobrados em 90 graus. Isso já existia. A novidade é que o processo ficou automático.

Quando o razr 50 reconhece que está nessa posição, a captura do vídeo inicia em 3 segundos na parte superior dele. Na parte inferior, você pode usar a tela sensível ao toque para dar um zoom, dar play e dar pause na gravação.

Motorola razr 50 Ultra pink: modo gravação de vídeo automática com o celular dobrado em 90 graus - Bruna Souza Cruz/UOL - Bruna Souza Cruz/UOL
Modo gravação de vídeo com o celular dobrado em 90 graus
Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

Desempenho. O processador Snapdragon 8s Gen 3 é um dos mais recentes compatíveis com recursos de inteligência artificial. A promessa é de boa performance em games também, segundo a empresa. Ela não deu maiores detalhes sobre a experiência gamer.

Mais resistente. Com a certificação IPX8, o modelo consegue ficar imerso até 1,5 metro de água durante até 30 minutos. Contudo, o uso não é recomendado perto de praias e piscinas.

25.jun.2024: Motorola razr 50 Ultra e todas as cores  - Bruna Souza Cruz/UOL - Bruna Souza Cruz/UOL
Razr 50 Ultra com todas as cores disponíveis
Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

Bateria. São 4.000mAh, um pouco mais do que na geração anterior.

Quatro opções de cores: Midnight Blue (azul), Spring Green (verde), cor Pantone (pêssego) e Hot Pink (rosa).

Abaixo estão os valores cobrados hoje pelo Moto Razr 40 Ultra (que está com desconto).

Motorola razr 50

Em usabilidade, os dois lançamentos são parecidos. Contudo, a versão mais simples (e mais barata) abre mão de um processador mais avançado, de uma tela maior e algumas características de câmeras. Confira as especificações técnicas mais marcantes.

Motorola razr 50 - 3 cores - Bruna Souza Cruz - Bruna Souza Cruz
Motorola razr 50 será vendido em três cores
Imagem: Bruna Souza Cruz

Tela externa. Também cresceu em comparação com o celular dobrável da Motorola do ano passado. Agora são 3,6 polegadas no lugar de 1,5 polegadas do razr 40.

Desempenho. O lançamento usa um processador mais simples do que a outra versão, o MediaTek Dimensity 7300X. A empresa promete um bom desempenho, ainda que seja um chip diferente. Durante o evento não foi possível explorar muito da performance.

Bateria. São 4.200 mAh, maior do que o irmão mais velho, com suporte a recarga turbo de 30W.

Acabamento. Assim como a geração anterior, o material de uma das partes é uma espécie de couro sintético (vegan leather).

Três opções de cores. Beach Sand (areia da praia), Koala Grey (cinza), e Spritz Orange (laranja).

Motorola razr 50 - modelo com tela externa de 3,6 polegadas - Bruna Souza Cruz/UOL - Bruna Souza Cruz/UOL
Motorola razr 50 com suas 3 cores
Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

Abaixo você pode conferir os valores cobrados atualmente pelo razr 40, lançado no ano passado.

O que a IA faz nos celulares

  • Gemini

Para acionar, basta segurar o botão liga/desliga ou ir direto no ícone do app na tela (interna ou externa). Os exemplos dados pela Motorola envolvem:

  • Acessar um trajeto de uma viagem com atrações e atividades personalizadas.
  • Criar uma rotina de exercícios.
  • Acompanhar receitas baseadas em algum tipo de alimento.
  • Resumir informações de emails recebidos recentemente.

A reportagem não conseguiu explorar todos esses exemplos, na prática. O que funcionou foram comandos em inglês com dúvidas que a IA respondeu nos formatos de texto e de voz. Exemplos: "que dia é hoje?" e "você gosta do Brasil?".

Quem adquirir o razr 50 Ultra ou o razr 50 terá acesso ao Gemini Advanced por três meses. Trata-se de uma IA paga com maior possibilidade de recursos. O serviço dá direito a 2 TB de armazenamento na nuvem do Google.

Depois disso, a pessoa não perderá o que já produziu com a IA (como imagens criadas e textos otimizados pelos algoritmos). A diferença é que ela passará a ter menos recursos disponíveis, explicou a companhia ao UOL.

  • Moto AI

É o sistema da própria Motorola que usa a IA. Muito disso é usado para ajudar no processamento de fotos e vídeos. Alguns exemplos são:

  • IA para otimizar detalhes, clareza e equilíbrio de cores na hora de tirar fotos e cenas em movimento.
  • Zoom que usa algoritmos para melhorar os resultados e oferecer mais detalhes nas imagens.
  • Photomoji, um recurso que transforma fotos em emojis customizados ou figurinhas para compartilhar.

A empresa prometeu ainda que nos próximos meses mais recursos com IA serão liberados, como o comando "Catch me up", que resume as notificações pessoais; "Pay attetion", oferece a gravação de conversas ou palestras transcrevendo tudo em tempo real; "Remember This", usa dados da tela do telefone, armazena e os utiliza para relembrar determinadas tarefas no futuro.

Ficha técnica razr 50 Ultra

  • Tela: 6,9 polegadas pOLED com taxa de atualização de 165 Hz; pico de brilho é de 2.400 nits (unidade de medida que mede a luminosidade)
  • Tela externa: 4 polegadas pOLED com taxa de atualização de 165 Hz; pico de brilho é de 3.000 nits
  • Processador: Snapdragon 8s Gen 3
  • Câmeras: 32 MP (selfie) + 50 MP (principal) + 50 MP telefoto; zoom de 2x.
  • Memórias: 512 GB (armazenamento) e 12 GB (RAM)
  • Certificação: IPX8
  • Bateria: 4.000 mAh, compatível com carregador turmo de 45W.

Ficha técnica razr 50

  • Tela: 6,9 polegadas pOLED com taxa de atualização de 120 Hz; pico de brilho é de 3.000 nits
  • Tela externa: 3,6 polegadas pOLED com taxa de atualização de 90 Hz; pico de brilho é de 1.700 nits
  • Processador: MediaTek Dimensity 7300X
  • Câmeras: 32 MP (selfie) + 50 MP (principal) + 13 MP (wide/macro - para objetos aproximados)
  • Memórias: 256 GB (armazenamento) e 8 GB (RAM)
  • Certificação: IPX8
  • Bateria: 4.200 mAh, com carregador turbo de 30W

*A jornalista viajou a convite da Motorola

Notícias