Topo
Notícias

92,38% das áreas de plantio no oeste da Bahia são certificadas, aponta Abapa/ABR

São Paulo, 25

25/06/2024 17h31

Auditoria do Programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), realizada pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), mostrou que na safra 2023/2024, em andamento, 92 unidades de produção de algodão da Bahia alcançaram a aprovação e certificação. Dos 345.431 mil hectares plantados com algodão no Estado, 313.829 hectares foram certificados, o equivalente a 90,85% da área plantada no Estado e 92,38% da área semeada no oeste baiano. Conforme a Abapa, em nota, também foi certificada 9% da área plantada com algodão no Tocantins.A Verificação para Certificação da Propriedade (VCP) é fundamentada nos três pilares da sustentabilidade: ambiental, social e econômico e em oito critérios: contrato de trabalho; proibição do trabalho infantil; proibição do trabalho análogo ao escravo; liberdade de associação sindical; proibição de discriminação de pessoas; segurança; saúde e meio ambiente do trabalho rural; desempenho ambiental; e boas práticas agrícolas.O ABR foi implantado há 11 anos pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa). Na Bahia o programa é coordenado pela Abapa, com o apoio do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

Notícias