Topo
Notícias

Dow fecha em maior patamar em um mês com investidores ampliando portfólios

24/06/2024 17h11

Por Ankika Biswas e Lisa Pauline Mattackal e Carolina Mandl

(Reuters) - O Dow Jones subiu nesta segunda-feira, atingindo o maior patamar em um mês, enquanto o Nasdaq caiu mais de 1%, conforme investidores abandonaram ações ligadas à inteligência artificial e adicionaram outros papéis de menor desempenho a seus portfólios em meio a apostas em cortes nas taxas de juros do Federal Reserve este ano.

O S&P 500 e o Nasdaq encerraram em queda com a saída das ações de tecnologia, cujos ganhos desproporcionais têm liderado a alta deste ano. Ainda assim, nove dos 11 principais setores industriais do S&P 500 ganharam terreno.

A Nvidia caiu 6,68%, na terceira sessão seguida de queda, com observadores do mercado citando realização de lucros com a fabricante de chips depois que o aumento meteórico das ações na semana passada a tornou a empresa mais valiosa do mundo.

Outras ações de chips, incluindo as ações norte-americanas da Taiwan Semiconductor Manufacturing, Broadcom, Marvell Technology e Qualcomm caíram entre 3,53% e 5,7%, arrastando o índice de ações de chips para baixo.

"O mercado está vendendo alguns dos vencedores e comprando alguns dos retardatários aqui", disse Jack Janasiewicz, estrategista-chefe da Natixis Investment Managers. "É um pouco como um aceno de cabeça para os dados de inflação que serão divulgados na sexta-feira, já que as expectativas são de uma leitura bastante suave."

O setor de tecnologia e o setor de bens de consumo discricionário foram os dois únicos que caíram entre os 11 índices setoriais do S&P 500, enquanto o setor de energia foi o que teve o melhor desempenho, com avanço de 2,73%.

"Tem havido uma rotação para algumas das áreas de valor do mercado, como finanças, energia e serviços públicos. O setor de energia tem o benefício adicional de um pequeno salto nos preços do petróleo", disse Ed Clissold, estrategista-chefe para os EUA da Ned Davis Research. Os preços do petróleo subiram na segunda-feira, estimulados pelas expectativas de maior demanda de combustível, e as ações de empresas de energia e de serviços de campo de petróleo subiram.

O S&P 500 caiu 0,29%, para terminar em 5.448,89 pontos, enquanto o Nasdaq Composite teve queda de 1,09%, a 17.499,17 pontos. O Dow Jones subiu 0,66%, para 39.408,32 pontos.

O Dow Jones registrou uma sequência de cinco dias de vitórias. O índice de pequenas empresas Russell 2000 também atingiu seu maior valor em mais de uma semana, sinalizando ganhos mais amplos no mercado.

Com exceção da Nvidia e de outras ações de chips, "o restante do mercado está se comportando positivamente com a expectativa de que ainda estamos no caminho certo para um cenário básico de pouso suave", disse Carl Ludwigson, diretor administrativo da Bel Air Investment Advisors.

O maior evento no radar dos investidores para esta semana é o relatório do índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE) de sexta-feira, a medida de inflação preferida do Fed, que deve mostrar uma moderação nas pressões sobre os preços.

Os investidores ainda esperam cerca de dois cortes nas taxas este ano, precificando uma chance de 61% de um corte de 25 pontos-base em setembro, de acordo com o FedWatch da LSEG. A projeção mais recente do próprio Fed é de um corte nas taxas provavelmente em dezembro.

Notícias