Topo
Notícias

Daly, do Fed, diz que inflação não é único risco e que política monetária deve "demonstrar cuidado"

24/06/2024 15h09

SAN FRANCISCO, EUA (Reuters) - O Federal Reserve deve "demonstrar cuidado" ao tentar concluir o trabalho de colocar a inflação sob controle, disse a presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly, na segunda-feira, observando que o aumento do desemprego é cada vez mais um risco.

"Devemos continuar o trabalho de restaurar totalmente a estabilidade de preços sem uma ruptura dolorosa na economia", disse Daly em comentários preparados para o Commonwealth Club em San Francisco. E, embora ainda haja "mais trabalho a fazer" para reduzir a inflação, ela disse que "a alta dos preços não é o único risco que enfrentamos".

Reduzir ainda mais a inflação provavelmente exigirá a contenção da demanda, disse ela, e embora até agora a taxa de desemprego - agora em 4% - permaneça abaixo dos níveis sustentáveis de longo prazo, "a futura desaceleração do mercado de trabalho pode se traduzir em maior desemprego". Para evitar isso, disse ela, o Fed deve ser "vigilante e aberto".

O Fed manteve neste mês a taxa de juros na faixa de 5,25% a 5,5%, onde está desde julho do ano passado, e as autoridades sinalizaram que poderão cortar os juros apenas uma vez este ano, em vez dos três cortes esperados em março.

Daly não disse quantos cortes, se houver, ela acredita que o Fed precisará fazer para navegar entre os riscos de uma inflação ainda muito alta e o potencial de aumento do desemprego

A essa altura, disse ela, a política monetária deve ser "condicional" e estar pronta para qualquer um dos vários caminhos possíveis, incluindo manter os juros onde estão por mais tempo caso a inflação decepcione, ou reduzi-los caso o mercado de trabalho afrouxe mais do que o esperado.

E, segundo ela, "se continuarmos a observar quedas graduais na inflação e um reequilíbrio lento no mercado de trabalho, poderemos normalizar a política monetária ao longo do tempo, como muitos esperam"

(Reportagem de Ann Saphir)

Notícias