Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Dalai Lama chega a Nova York para tratamento médico

Dalai Lama, líder espiritual tibetano - REUTERS/Clodagh Kilcoyne
Dalai Lama, líder espiritual tibetano Imagem: REUTERS/Clodagh Kilcoyne

Hussein Waaile;

Nova York

23/06/2024 16h10Atualizada em 23/06/2024 16h30

O Dalai Lama, líder espiritual exilado do budismo tibetano, chegou a Nova York neste domingo para tratamento médico que fará nos joelhos e foi saudado por centenas de apoiadores com aplausos e cânticos.

O homem de 88 anos acenou da janela aberta da limusine que se aproximava de seu hotel em Manhattan e caminhou lentamente até a entrada, apoiado por assessores.

Dalai Lama fugiu para a Índia em 1959, após uma revolta fracassada contra o domínio chinês no Tibete. Há anos o ganhador do Nobel da Paz enfrenta problemas de saúde.

Alguns apoiadores chegaram com horas de antecedência para garantir que veriam o líder espiritual em sua primeira viagem aos Estados Unidos desde 2017.

"Eu sabia que tinha que vir aqui para esta oportunidade única na vida. Esperar aqui fora por quatro ou cinco horas definitivamente vale a pena", disse Tenzin Kunkyi.

Não está claro se Dalai Lama, visto por Pequim como um separatista perigoso, vai se reunir com autoridades norte-americanas durante a viagem. Ele diz que não procura a independência do Tibete.

Apoiadores, muitos vestidos com túnicas coloridas, dançaram nas ruas em frente ao hotel.

"Desejamos vida longa ao Dalai Lama e que ele visite a China para dizer à comunidade tibetana 'Oi, olá'", disse Byamba Suren, que deixou a Virgínia às 3 da manhã para dirigir até Nova York.

Na semana passada, um grupo de parlamentares dos Estados Unidos reuniu-se com o Dalai Lama na Índia e disse que não permitiria que a China influenciasse a escolha do seu sucessor. Eles querem pressionar Pequim a reiniciar as negociações com os líderes tibetanos, paralisadas desde 2010.

Notícias