Topo
Notícias

"Sigo achando que não há seleção melhor do que a Espanha", diz técnico De la Fuente

20/06/2024 21h54

"Continuo achando que não existe melhor seleção do que a Espanha", garantiu nesta quinta-feira (20) o técnico de 'La Roja', Luis de la Fuente, depois de ter assegurado a classificação para as oitavas de final da Eurocopa-2024 com uma vitória por 1 a 0 sobre a Itália, numa partida em que sua seleção mostrou um ótimo futebol.

"Não temos que perder a cabeça, no mata-mata os jogos são decididos nos detalhes. Era um dia para marcar mais gols, mas temos que continuar trabalhando da mesma forma. Não há ninguém melhor que nós, temos que continuar trabalhando com essa convicção", disse o treinador durante uma entrevista coletiva.

"Estou encantado, orgulhoso pelo resultado, por ter vencido o último campeão europeu. Mas também pela forma de vencer, embora saibamos que isso é muito difícil. Os adversários estão começando a te conhecer... Mas tampouco posso ignorar o meu sentimento. Eu disse quando cheguei que não há uma seleção melhor do que nós", acrescentou.

Poucos minutos antes, o treinador italiano, Luciano Spalletti, atribuiu a sua superioridade à melhor condição física dos espanhóis.

De la Fuente não partilha da opinião do seu colega: "O futebol é físico, técnico e tático. Acho que em todos os aspectos do futebol fomos superiores. A Itália foi minimizada pelos acertos e virtudes da Espanha. Temos a oportunidade de continuar melhorando, mas com os pés no chão".

O técnico, que substituiu Luis Enrique após a eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar nos pênaltis contra o Marrocos, classificou o duelo contra a Itália como "o melhor" dos 17 em que comandou a Espanha.

Com a classificação para as oitavas garantida, a Espanha enfrentará a Albânia na terceira rodada.

"Vou dar oportunidade a outros grandes jogadores que não participaram de mostrarem que são tão bons quanto aqueles que estão jogando. Tentaremos poupar e fazer justiça a quem merece nos treinos. Mas vamos colocar em campo uma equipe muito poderosa e de alto nível", disse ele.

Por fim, ele negou que os elogios vão afetar seus jogadores.

"Eu sei do que é feito esse time, sei como eles vão se comportar. Ainda não fizemos nada. É um resultado muito importante, mas amanhã o futebol bate em você e você vai ao chão. Por prudência e humildade, continuaremos, manteremos o equilíbrio e não perderemos a cabeça com elogios", concluiu.

pm/eb/aam

© Agence France-Presse

Notícias