Topo
Notícias

Mercado europeu recua com perdas nos setores imobiliário e de tecnologia

19/06/2024 13h51

Por Shashwat Chauhan e Jesus Calero e Shristi Achar A

(Reuters) - As ações europeias fecharam em baixa nesta quarta-feira, pressionadas por perdas nos setores imobiliário e de tecnologia, enquanto o mercado do Reino Unido foi impulsionado por mineradoras de metais com os investidores digerindo dados de inflação.

O índice STOXX 600 perdeu 0,17%, para 514,13 pontos, com o setor imobiliário caindo 1,2% e as ações de tecnologia em queda de 1,1%.

As ações de recursos básicos subiram 0,6%, acompanhando uma recuperação nos preços dos metais e liderando os ganhos setoriais.

O FTSE 100 do Reino Unido reverteu as perdas anteriores e fechou em alta. Dados mostraram que a inflação do Reino Unido voltou à sua meta de 2% em maio pela primeira vez em quase três anos, mas as pressões subjacentes dos preços permaneceram fortes, o que significa que o Banco da Inglaterra provavelmente esperará mais tempo antes de cortar a taxa de juros.

As ações europeias sofreram perdas acentuadas na semana passada depois que o presidente da França convocou uma eleição antecipada, com seus altos níveis de endividamento sendo uma fonte de preocupação para os participantes do mercado.

A Comissão Europeia afirmou que a França e seis outros países deveriam ser punidos por apresentarem déficits orçamentários que excedem os limites da União Europeia, com prazos para a redução das lacunas a serem estabelecidos em novembro.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,17%, a 8.205,11 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,35%, a 18.067,91 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,77%, a 7.570,20 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,29%, a 33.220,31 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,10%, a 11.056,40 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,44%, a 6.541,80 pontos.

Notícias