Topo
Notícias

Wall Street fecha no positivo com recorde para Nasdaq e S&P 500

17/06/2024 19h08

A bolsa de Nova York fechou em alta nesta segunda-feira (17), novamente com recordes para o índice tecnológico Nasdaq e o S&P 500.

Impulsionado pelas gigantes Microsoft e Apple, o Nasdaq atingiu um novo máximo ao ganhar 0,95%, chegando a 17.857,02 pontos, e o S&P 500 subiu 0,77% para outro recorde, a 5.473,23 unidades. O Dow Jones, por sua vez, ganhou 0,49%, alcançando 38.778,10 pontos.

"O mercado se mostra resiliente, sustentado pela avidez [pelos valores da] inteligência artificial", resumiu Peter Cardillo, da Spartan Capital.

Mas, desta vez, não foram as ações da estrela do setor, Nvidia, que impulsionaram a alta, embora seus microchips muito procurados a tornem a líder do movimento de alta vinculado à IA. O fabricante perdeu 0,68%, mas sua capitalização de mercado está quase igual à da Apple (+1,97%) e da Microsoft (+1,31%).

"O avanço dos títulos de tecnologia ligados ao desenvolvimento da IA superou o restante do mercado" este ano, destacou Art Hogan da B. Riley Wealth Management.

Os gigantes da infraestrutura para telecomunicações Broadcom (+5,41%) e Qualcomm (+3,20%) se beneficiaram do impulso que a transmissão de serviços vinculados à inteligência artificial dará e fortaleceram a alta.

A Intel, outra gigante dos microprocessadores, ganhou 1,63%.

Alguns valores do setor de vendas no varejo também ganharam terreno nesta segunda-feira. Os investidores aguardam para terça-feira os dados mensais de vendas no varejo nos Estados Unidos.

Assim, a Best Buy ganhou 4,64%, também ajudada por comentários favoráveis de analistas e pelo anúncio de um dividendo para seus acionistas; a Target subiu 2,70% e os supermercados Costco 1,43%.

Entre os destaques do dia também esteve a Boeing, que ganhou 0,7% enquanto os mercados aguardam uma audiência, na terça-feira, em uma subcomissão do Senado, em relação aos problemas de segurança nas aeronaves da fabricante.

Esta semana, os mercados americanos permanecerão fechados pelo feriado de quarta-feira, 19 de junho, o "Juneteenth", que celebra o fim da escravidão nos Estados Unidos.

vmt/mr/dga/am

© Agence France-Presse

Notícias