Topo
Notícias

Visita à Coreia do Norte demonstra que Putin 'depende' de autoritários, diz chefe da Otan

17/06/2024 14h36

O chefe da Otan, Jens Stoltenberg, estimou nesta segunda-feira (17) que a visita do presidente russo, Vladimir Putin, à Coreia do Norte demonstra como o esforço bélico de Moscou na Ucrânia se tornou "dependente" de líderes autoritários.

"Isso mostra o quanto o presidente Putin e Moscou estão agora dependentes de países autoritários ao redor do mundo", declarou Stoltenberg a jornalistas em Washington, após um discurso no Wilson Center. 

"Seus amigos mais próximos e os maiores apoiadores do esforço bélico russo - guerra de agressão - são a Coreia do Norte, o Irã e a China", afirmou o secretário-geral da aliança militar.

Questionado sobre as medidas que a Otan poderia tomar, Stoltenberg respondeu que "já existem muitas sanções contra a Coreia do Norte, o problema é que a Rússia agora está violando essas sanções". 

Citando um número levantado pela inteligência sul-coreana, Stoltenberg disse que a Coreia do Norte já entregou um milhão de projéteis à Rússia. "Esse fluxo de armas continua", afirmou. 

"Vemos eles carregando vagões de trem e depois cruzando a fronteira entre a Coreia do Norte e a Rússia", assegurou. 

A Rússia é membro com direito a veto no Conselho de Segurança da ONU, que impôs sanções a Pyongyang por seus programas nuclear e de mísseis.

sct/nro/erl/nn/jb/aa

© Agence France-Presse

Notícias