Topo
Notícias

Petróleo sobe devido a compras especulativas

17/06/2024 17h40

Os preços do petróleo subiram nesta segunda-feira (17) essencialmente devido a compras especulativas, explicaram analistas.

O preço do barril de Brent do Mar do Norte para entrega em agosto subiu 1,97%, para US$ 84,25.

Enquanto isso, o barril de West Texas Intermediate (WTI) para entrega em julho subiu 2,39%, para US$ 80,33, superando o patamar de US$ 80 pela primeira vez em três semanas.

O dia começou no vermelho para o petróleo, depois de alguns indicadores decepcionantes na China. A produção industrial cresceu 5,6% nos 12 meses encerrados em maio, contra 6,7% na medição de abril, abaixo dos 6,2% esperados pelo mercado.

Os investimentos no setor imobiliário caíram 10,9% em maio frente a abril, quando haviam caído 10,4% frente ao mês anterior. Contra todos os prognósticos, os preços do petróleo se recuperaram dessa queda inicial.

"O mercado tem a sensação de que reagiu de forma muito abrupta" após a reunião da Opep e dos seus aliados na Opep+ em 2 de junho, explicou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

Em seguida, os investidores especulativos reequilibraram as suas posições: os contratos futuros do WTI aumentaram até 10%, segundo números publicados na sexta-feira pelo regulador de produtos financeiros derivados nos Estados Unidos, o CFTC.

"Houve muitas vendas nas últimas duas semanas, então alguns [investidores] estão voltando ao mercado", segundo Andy Lipow.

O petróleo também se beneficiou de uma ligeira queda do dólar. Com o barril sendo negociado na moeda norte-americana, quando o dólar perde força, o petróleo fica mais barato para os investidores em outras moedas.

tu/eb/mr/dga/am

© Agence France-Presse

Notícias