Topo
Notícias

Investigada por 8/1 toma posse como senadora e pede anistia de 'patriotas'

do UOL

Do UOL, em São Paulo

13/06/2024 09h29Atualizada em 13/06/2024 11h48

Eleita como segunda suplente, Rosana Martinelli (PL-MT) tomou posse nesta quarta-feira (12) como senadora no lugar de Wellington Fagundes (PL-MT).

O que aconteceu

Rosana é investigada por suspeita de envolvimento nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro. O inquérito está em sigilo, mas o UOL confirmou que ela é alvo da investigação.

A senadora diz que foi julgada pelo envio de caminhões a Brasília após as eleições de 2022. Procurada pelo UOL, ela afirmou que foi alvo de mandados de busca e apreensão em dezembro daquele ano, teve as contas bancárias bloqueadas por seis meses e o passaporte apreendido. "Não se sabia nem que ia acontecer nada em janeiro. Não tive envolvimento nenhum com o 8 de janeiro", disse Rosana.

Ela também é ex-prefeita de Sinop (MT) e afirma que ainda não recuperou o passaporte. Segundo Rosana, também não há autorização para que ela possa emitir um segundo passaporte para substituir o primeiro.

Sem citar o STF e o ministro Alexandre de Moraes, ela defendeu a anistia dos presos por invadir os prédios dos Três Poderes. "Me solidarizo com todos aqueles que tiveram seus direitos violados e espero que essa Casa possa ajudar todos os patriotas que querem e lutaram pela liberdade", afirmou a parlamentar, na tribuna do Senado, ao tomar posse.

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, estava presente durante a posse da senadora. Outros políticos da legenda, como Flávio Bolsonaro (PL-RJ), elogiaram Rosana durante seus discursos.

Ela também criticou o governo Lula. Seegundo a senadora, tem "encontrado brechas" para tirar "vantagens do agro, da indústria, do comércio e do cidadão".

Wellington Fagundes se licenciou do cargo para fazer uma cirurgia. Ele deve ficar fora até 9 de outubro.

O que dizem os envolvidos

Deus realmente me colocou aqui hoje como prova que não podemos ter medo de lutar por aquilo que acreditamos, que é o direito a vida, a liberdade, que é o nosso bem mais precioso.
Rosana Martinelli, senadora

Ninguém melhor que a senhora, porque tem lugar de fala, como gostam de dizer, que está sentindo na pele o que é perseguida por expressar aquilo que a senhora acredita. A senhora de verdade representa aqueles patriotas injustiçados, alguns levando 17 anos de cadeia porque quebrou uma vidraça.
Flávio Bolsonaro, senador

Notícias