Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Estação de Metrô de SP pode ganhar nome da Coreia do Sul; entenda projeto

Movimentação na plataforma da linha 1-azul do Metrô - Rubens Cavallari - 24.mar.2023/Folhapress
Movimentação na plataforma da linha 1-azul do Metrô Imagem: Rubens Cavallari - 24.mar.2023/Folhapress

Do Estadão Conteúdo

23/04/2024 19h38Atualizada em 23/04/2024 21h15

Está em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei que pretende alterar o nome da Estação Tiradentes da Linha 1-Azul do Metrô. Com a possível mudança, o nome passaria a ser Tiradentes - Coreia do Sul, uma homenagem à contribuição coreana para o desenvolvimento econômico, cultural e social do estado, de acordo com o deputado Gil Diniz (PL), autor da proposta.

O projeto 988/2023 será avaliado pela Comissão de Transportes da Alesp na próxima quarta-feira, 24, podendo chegar, nas próximas etapas da tramitação, à votação no plenário.

Justificando a necessidade de aprovação, o deputado destaca a presença dos imigrantes coreanos na cidade de São Paulo, e na região do ABCD. Segundo informações do Ministério das Relações Exteriores, somente na capital paulista, são cerca de 50 mil coreanos estabelecidos.

O bairro do Bom Retiro, onde fica a estação de metrô, é uma localização conhecida pela concentração da comunidade, motivo que também é apresentado na defesa do Projeto de Lei.

"Essa região, a qual está o parque da Luz e a estação Tiradentes do Metrô, possui um perfil predominantemente coreano e se tornou um importante centro econômico e cultural para toda a comunidade. A contribuição dos imigrantes coreanos para a economia paulista é inegável", diz.

O texto ainda acrescenta que "ao atribuir a denominação de "Estação Tiradentes - Coreia do Sul" à estação do metrô em questão, estaremos celebrando a trajetória de superação e sucesso dos imigrantes coreanos, que enfrentaram inúmeros desafios e contribuíram de forma significativa para o progresso de São Paulo.

Além disso, estaremos promovendo a valorização e a inclusão das diferentes origens étnicas que compõem a sociedade paulista, reforçando a importância da diversidade cultural como um pilar fundamental para o desenvolvimento social e econômico".

Notícias