Topo
Notícias

Equipes de resgate buscam pessoas presas em túneis após terremoto em Taiwan

Bombeiros buscam sobreviventes em um prédio danificado em Hualien, depois que um grande terremoto atingiu o leste de Taiwan - HANDOUT/AFP
Bombeiros buscam sobreviventes em um prédio danificado em Hualien, depois que um grande terremoto atingiu o leste de Taiwan Imagem: HANDOUT/AFP

04/04/2024 04h48

As equipes de resgate de Taiwan tentavam nesta quinta-feira (4) libertar as pessoas presas em túneis e estradas remotas após o forte terremoto de quarta-feira, que deixou dez mortos e cerca de 1.100 feridos.

Dezenas de pessoas na cidade de Hualien, a mais próxima ao epicentro do tremor, dormiram ao ar livre devido aos danos sofridos pelos edifícios, incluindo alguns que ficaram completamente inclinados após o sismo.

"Espero que possamos usar o tempo hoje para encontrar todas as pessoas que estão presas e são consideradas desaparecidas", afirmou o primeiro-ministro Chen Chien-jen no centro de emergências de Hualien.

As equipes de resgate conhecem o paradeiro de dezenas de pessoas presas na rede rodoviária do condado, localizado entre montanhas e penhascos, com vários túneis que levam à Hualien.

Além disso, centenas de pessoas ficaram bloqueadas em um hotel de luxo e em um centro de atividades para jovens porque as rodovias que levam aos locais foram bloqueadas por deslizamentos de terra.

Na cidade de Hualien, um edifício com fachada de vidro se transformou no símbolo do terremoto, depois de tombar em um ângulo de 45 graus devido à queda parcial do primeiro andar.

"Quando o terremoto aconteceu, nós retiramos imediatamente os clientes e pedimos que partissem", disse à AFP Wang Zhong-chang, proprietário do hotel Hualien Hero, próximo ao local.

Embora a rigorosa legislação de construções da ilha pareça ter evitado um desastre ainda maior, o governo pediu aos cidadãos que mantenham a cautela devido aos quase 300 tremores secundários registrados após o primeiro terremoto.

A agência nacional de desastres informou que o terremoto causou 10 mortes e 1.099 feridos. A última vítima, um homem de 65 anos, foi encontrada nesta quinta-feira em uma trilha de caminhada no condado de Hualien.

Calculado com uma potência de 7,4 graus de magnitude pelo Centro Geológico dos Estados Unidos, o terremoto foi o mais potente a abalar Taiwan desde 1999, quando um tremor de 7,6 graus provocou 2.400 mortes.

O tremor provocou alerta de tsunami em Taiwan, Filipinas e Japão, mas a medida foi suspensa em poucos minutos.

bur-fox/dhc/cwl/dbh/zm/fp/sag/mb/ms/yr

© Agence France-Presse

Notícias