Topo
Notícias

Ataque russo com drones deixa 4 mortos na Ucrânia e derruba energia elétrica

Prédio residencial é atingido por um ataque de drone russo em Kharkiv, Ucrânia, 4 de abril de 2024 - Stringer/REUTERS
Prédio residencial é atingido por um ataque de drone russo em Kharkiv, Ucrânia, 4 de abril de 2024 Imagem: Stringer/REUTERS

Vitalii Hnidyi;Anastasiia Malenko;

04/04/2024 08h27Atualizada em 04/04/2024 09h03

Um ataque russo com drones atingiu edifícios residenciais na cidade ucraniana de Kharkiv e uma instalação de energia na região circundante na quinta-feira, matando quatro pessoas e cortando a energia de 350.000 moradores, segundo autoridades.

A segunda maior cidade da Ucrânia, que fica a cerca de 30 km da fronteira com a Rússia, foi fortemente bombardeada durante a guerra de 25 meses e uma das mais afetadas quando a Rússia renovou seus ataques com mísseis e drones contra o sistema de energia.

O governador Oleh Synehubov disse que três trabalhadores de resgate foram mortos em um ataque depois de chegarem a um bloco residencial atingido por outro ataque. No aplicativo de mensagens Telegram, ele disse que 12 pessoas ficaram feridas, sendo que três estão em estado grave.

Um dos socorristas mortos era um bombeiro de 52 anos cujo filho, também bombeiro, estava apagando um incêndio a vários prédios de distância, disse o ministro do Interior Ihor Klymenko.

Ao saber que o pai havia sido morto, o filho, Volodymyr, ajoelhou-se no chão e chorou enquanto dois trabalhadores de emergência o consolavam, segundo vídeo compartilhado por Klymenko.

Sob holofotes durante a noite, os socorristas correram para libertar um morador preso sob os escombros. Escadas subiram dos caminhões de bombeiros para os apartamentos destruídos no topo dos edifícios.

"Janelas, todos os vidros, tudo foi destruído. Não sobrou nada", disse Zhanetta Kravchenko, uma moradora de 77 anos, à Reuters. "Pelo menos estamos vivos e sou grata por isso."

O presidente Volodymyr Zelenskiy chamou o ataque de "desprezível e cínico" em uma declaração no X, repetindo seu apelo aos aliados da Ucrânia para que forneçam mais defesas aéreas.

A Rússia usou pelo menos 15 drones nos ataques a Kharkiv, disse Synehubov. Os militares abateram 11 drones Shahed de um total de 20 lançados contra o país durante a noite, informou o Estado-Maior.

Notícias