Topo
Notícias

Exército israelense admite 'erro grave' na morte de trabalhadores humanitários em Gaza

02/04/2024 19h50

O exército israelense admitiu, na quarta-feira (noite de terça, 2, no Brasil), que cometeu "um erro grave" ao matar sete trabalhadores humanitários da organização World Central Kitchen (WCK) durante um bombardeio na Faixa de Gaza.

"Este incidente foi um erro grave", admitiu o chefe do Estado-Maior israelense, general Herzi Halevi, em mensagem de vídeo. "Foi um erro que ocorreu após uma identificação errônea durante a noite, durante uma guerra, em condições muito complexas. Isto não deveria ter acontecido", acrescentou.

bur-roc/lpa/mas/nn/mvv

© Agence France-Presse

Notícias