Topo
Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Membro da Jihad Islâmica morre em ataque na Cisjordânia, diz Israel

Um veículo em chamas é visto após um ataque de drone em Jenin, Cisjordânia - VIDEO OBTAINED BY REUTERS/via REUTERS
Um veículo em chamas é visto após um ataque de drone em Jenin, Cisjordânia Imagem: VIDEO OBTAINED BY REUTERS/via REUTERS

23/02/2024 04h59

O Exército de Israel informou nesta sexta-feira que matou, em um ataque com drone durante a noite, um palestino que integrava a Jihad Islâmica na cidade de Jenin, na Cisjordânia ocupada.

Yaser Hanun, membro do grupo Jihad Islâmica que morava no campo de refugiados de Jenin, já havia sido detido por participação em "atividades militares da organização terrorista", informou o Exército em um comunicado.

Hanun "foi eliminado quando se preparava para executar outro ataque", completou o Exército.

Uma testemunha afirmou que um carro explodiu depois de ser bombardeado na quinta-feira à noite em uma rua do campo de refugiados de Jenin, localizado no perímetro municipal da cidade de mesmo nome.

"O carro foi atingido por dois mísseis sucessivos", afirmou à AFP Usaid Shelbi, que presenciou o ataque e disse que ação provocou a explosão das armas que estavam no veículo.

A violência aumentou na Cisjordânia desde o início da guerra em Gaza, em 7 de outubro, entre Israel e o movimento islamista palestino Hamas.

Quase 400 palestinos morreram na Cisjordânia em ações das tropas israelenses ou de colonos desde o início do conflito, segundo o Ministério da Saúde da Autoridade Palestina.

22.fev.24 - Pessoas inspecionam um carro queimado em Jenin depois que um palestino foi morto e outros quatro ficaram feridos em um ataque israelense - MOHAMMAD MANSOUR/AFP - MOHAMMAD MANSOUR/AFP
22.fev.24 - Pessoas inspecionam um carro queimado em Jenin depois que um palestino foi morto e outros quatro ficaram feridos em um ataque israelense
Imagem: MOHAMMAD MANSOUR/AFP

Notícias