PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Marcas apresentam novas motos no Festival Interlagos; veja os lançamentos

Arthur Caldeira

Arthur Caldeira, jornalista e motociclista (necessariamente nessa ordem) fundador da Agência INFOMOTO. Mesmo cansado de ouvir que é "louco", anda de moto todos os dias no caótico trânsito de São Paulo.

do UOL

Colunista do UOL

25/06/2022 04h00

Maior evento do segmento de motocicletas neste ano, o Festival Interlagos 2022, além de proporcionar experiências aos visitantes, tornou-se uma plataforma para as principais marcas apresentarem seus lançamentos ao público. O evento acontece até domingo (26/6), no autódromo paulistano.

Na quinta-feira (23/6), primeiro dia do evento reservado a imprensa e convidados, o Festival funcionou como um verdadeiro salão de motos. Houve uma grade de coletivas para os jornalistas, com o diferencial de que os habilitados - e com equipamento de segurança adequado - puderam dar algumas voltas na pista de Interlagos com algumas das novidades apresentadas.

Embora não seja um teste, ou uma avaliação, o formato inovador permite que os profissionais de imprensa e formadores de opinião tenham o primeiro contato com novas motos, que devem chegar às lojas em breve.

Aproveitei a oportunidade para pilotar, pela primeira vez, alguns modelos que desembarcaram recentemente no Brasil, como a nova Harley-Davidson Pan America 1250 e nova Triumph Tiger Sport 660.

Além da KTM 1290 Super ADV S, que antecipamos ontem, confira os principais lançamentos apresentados no Festival Interlagos 2022.

Honda X-ADV 2023

A Honda mostrou, pela primeira vez, a nova geração da X-ADV. A scooter aventureira teve seu design atualizado, além de ganhar mais potência no seu motor de dois cilindros e 750 cc e mais tecnologia embarcada.

Honda X-ADV 2023 - Mario Villaescusa/Divulgação - Mario Villaescusa/Divulgação
Jornalistas e influenciadores tiveram a oportunidade de dar duas voltas na pista com as novidades, como a Honda X-ADV
Imagem: Mario Villaescusa/Divulgação

Visualmente, a nova X-ADV ficou mais moderna: ganhou linhas afiladas e as carenagens foram redesenhadas. O conjunto ótico foi remodelado e traz faróis duplos de LEDs com luzes de condução diurna (DRL). O para-brisa e a posição de pilotagem também foram revistos

Assim como a NC 750X, com quem compartilha o motor de dois cilindros e 745 cm³, a X-ADV 2022 ficou mais potente: agora oferece 58,6 cv a 6.750 rpm. Porém, diferentemente da crossover, a scooter só tem a opção do câmbio DCT, de dupla embreagem, que faz trocas automatizadas.

O conjunto também traz acelerador eletrônico, o que permitiu a introdução de quatro modos de pilotagem, que alteram a entrega de potência do motor, o efeito do freio-motor, e o nível de intervenção do controle de tração. Os modos também alteram as trocas das seis marchas do câmbio de dupla embreagem.

Para completar o pacote tecnológico, a X-ADV 2023 recebeu um novo painel TFT de 5 polegadas, que permite conexão Bluetooth com smartphones e a ativação de comandos de voz por meio do sistema Honda RoadSync.

A nova Honda X-ADV chega nas cores cinza e vermelha, com preço público sugerido de R$ 87.627.

BMW R 1250 RT

A BMW mostrou a nova geração da touring R 1250 RT que, além de um face-lift no visual, é a primeira moto da marca alemã equipada com a versão mais completa do sistema de assistência ao condutor, desenvolvido em parceria com a Bosch.

BMW R 1250 RT - Divulgação - Divulgação
Gabriela Cicone, gerente de marketing, Marcio Cesena, gerente de vendas, e João Veloso, diretor de comunicação da BMW, mostram a BMW R 1250RT
Imagem: Divulgação

O mesmo utilizado na Ducati Multistrada V4S, com controle adaptativo de velocidade (ACC) e o sistema de detecção de ponto cego (BSD). Outro item de segurança do modelo são os faróis direcionais, que se acendem acompanhando a inclinação da moto.

Chama a atenção a enorme central multímídia, com uma tela colorida de TFT com mais de 10 polegadas - a maior a equipar uma moto e que pede até uma película protetora, como os smartphones. Maior que alguns tablets, o painel tem, obviamente, sistema de conectividade e apresenta o navegador, quase como em um automóvel.

A R 1250 RT usa o mesmo motor da sua irmã GS, com dois cilindros opostos, 1.254 cm³ de capacidade, arrefecimento líquido e comando de válvulas variável, capaz de produzir 136 cv de potência máxima.

Recheada de tecnologia, a touring, mais confortável e esportiva que uma bigtrail, é uma opção para quem vai rodar apenas no asfalto. Mas seu preço, de R$ 203.900, não encoraja o consumidor a trocar a GS pela RT.

Kawasaki Versys 650

Kawasaki no Festival Duas Rodas - Mario Villaescusa/Divulgação - Mario Villaescusa/Divulgação
Kawasaki mostrou três modelos inéditos, até então, no Brasil durante o Festival Duas Rodas 2022
Imagem: Mario Villaescusa/Divulgação

A renovada Versys 650, finalmente, chega ao Brasil. Além da nova geração da crossover bicilíndrica, a Kawasaki apresentou a Z 900RS R Edition (R$ 68.640), que traz pintura especial e outros itens exclusivos, e a uma edição da Z 900 comemorativa de 50 anos da família Z (R$ 63.640), a linha de motos naked da marca japonesa, com pintura vermelha e grafismos que remetem a Z 1100 GP de 1981.

A Versys 650 teve seu visual atualizado, ficando mais parecida com a versão de quatro cilindros e 1.000 cc, O modelo recebeu um painel colorido, com tela de TFT e conectividade, além de ter ganhado controle de tração de série. A nova crossover tem preço sugerido de R$ 50.640, mas a versão Tourer sai por R$ 57.140 e vem com malas, e outros acessórios.

Kawasaki Z 900 50 anos - Mario Villaescusa/Divulgação - Mario Villaescusa/Divulgação
Kawasaki Z 900 50th Anniversary Edition tem pintura toda vermelha, inclusive as rodas, que remete a modelo lendário de 1981
Imagem: Mario Villaescusa/Divulgação

A marca também revelou os preços da clássica Z 650 RS, que vai custar R$ 47.530, e também da Z 900 R Edition, R$ 63.640.

Triumph Tiger Sport 660

Triumph Tiger Sport 660 - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Triumph Tiger Sport 660 tem posição de pilotagem confortável e comportamento esportivo; crossover chega por R$ 55.990
Imagem: Arquivo pessoal

A marca inglesa mostrou outro modelo da sua nova linha de média cilindrada, a Tiger Sport 660, segundo modelo da marca inglesa construído sobre a plataforma de 660 cm³, que também deu origem à naked Trident, já à venda no País por R$ 47.490. Ambas, compartilham o mesmo motor, quadro e rodas, porém têm propostas distintas.

Embora use rodas de 17 polegadas, como a naked, a Tiger Sport 660 tem suspensões de curso mais longo. O garfo telescópico invertido, na dianteira, e o monoamortecedor traseiro, têm 150 mm de curso.

Pude acelerar na pista a crossover e apesar da pilotagem ereta das trails, a Tiger Sport tem ciclística esportiva, com rodas aro 17, e vai bem nas curvas.

O motor oferece bons 81 cavalos e cresce de giros de forma empolgante. Características que fazem do modelo uma boa opção para quem quer uma moto versátil: ágil para o uso diário, mas também com bom desempenho e conforto para viajar.

A nova aventureira esportiva da Triumph chega ao mercado nacional em duas opções de cores pelo preço sugerido de R$ 55.990, para a cor azul, e R$ 56.490, para a cor vermelha.

Notícias