PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
8 meses

África do Sul rejeita a vacina anticovid russa

18/10/2021 13h35

Joanesburgo, 18 Out 2021 (AFP) - A África do Sul rejeitou a vacina russa anticovid Sputnik V por medo de que possa aumentar o risco de infecção por HIV entre os homens, anunciou a agência de medicamento local (Sahpra) nesta segunda-feira (18).

"O uso da vacina Sputnik V na África do Sul, onde a prevalência e incidência do HIV são altas, pode aumentar o risco de que os homens vacinados contraiam o HIV", declarou Sahpra em comunicado.

A África do Sul é o país do continente mais afetado pela pandemia, com mais de 2,9 milhões de casos e 88.600 mortes, e também possui o maior número de portadores de HIV do mundo.

O país teve problemas para encontrar doses da vacina suficientes para sua população de 59 milhões habitantes, dos quais pouco mais de um quarto foi imunizado até agora.

A África do Sul administra a vacina dos laboratórios Johnson & Johnson, assim como a de RNA mensageiro da Pfizer/BioNTech. Também aprovou a chinesa Sinovac.

A fórmula russa não recebeu oficialmente a autorização da OMS, embora seja administrada em ao menos 45 países.

sch/cld/erl/mb/aa

ASTRAZENECA

PFIZER

BioNTech

JOHNSON & JOHNSON

Notícias