PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Enem 2021: quais são os assuntos que mais caem na prova de geografia?

Questões ambientais, como o desmatamento da Amazônia, estão entre os assuntos de geografia que mais são abordados no Enem - Reuters
Questões ambientais, como o desmatamento da Amazônia, estão entre os assuntos de geografia que mais são abordados no Enem Imagem: Reuters
do UOL

Giorgia Cavicchioli

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/09/2021 04h00

O conteúdo de geografia no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) está na prova que acontece no dia 21 de novembro. Na data, serão apresentadas 45 questões de linguagens e 45 de ciências humanas. Além disso, os estudantes também vão ter de fazer a prova de redação.

As versões digital e impressa do Enem têm as mesmas perguntas e vão ser realizadas no mesmo dia.

Para dar uma força para quem está estudando, o UOL selecionou, com a ajuda de professores, os temas que têm mais chances de cair na prova de geografia. De acordo com Cláudio Falcão, diretor do Sistema de Ensino pH, antes de mais nada, é preciso que o aluno observe a questão como um todo. O professor explica que tudo o que aparecer —seja uma foto, uma imagem, uma ilustração—, além do texto, faz parte da pergunta. "São elementos que ajudam a chegar na resolução", diz.

"Além disso, a questão sempre tem uma pergunta-chave, tem uma palavra-chave. O que ela quer que o estudante faça? É para identificar, reconhecer, relacionar? É muito importante observar a palavra-chave. Nada, em uma questão bem-feita, é figurativo", explica.

Falcão também afirma que algumas questões podem estar interligadas. "Eu costumo dizer que uma boa questão do Enem é aquela que você olha e não sabe direito se é de geografia, história ou sociologia? É claro que tem temas que são claros, mas a característica da prova do Enem é uma percepção de sair de caixinhas, porque o mundo não está em caixinhas."

No quesito conteúdo, ele conta que mais de 50% das questões que apareceram no exame nacional nos últimos anos foram ligadas a assuntos domésticos. "A prioridade de estudo é o Brasil. Então, vamos estudar a questão agrária, mas no Brasil, a indústria, mas do Brasil", ensina.

A professora Vera Lúcia Antunes, coordenadora do Objetivo, diz que o aluno precisa se concentrar bastante nos textos das perguntas. Ela afirma que, muitas vezes, todas as alternativas apresentam afirmações corretas, no entanto, só uma responde o que a questão pediu.

"Entre os conteúdos que mais caem, está, por exemplo, o mapa do relevo do Brasil. Mas não é que ele tenha que ser decorado, ele tem que ser compreendido, sabe? Então, questões que abordem situações relacionadas com o relevo, clima, vegetação e população sempre costumam aparecer no Enem, assim como as que envolvem previdência e desigualdade social", explica Vera.

"Conceitos de urbanização, eles [os profissionais que elaboram a prova] também adoram. O agronegócio, no Brasil, é muito forte e está na ordem do dia. Hoje, até drone se usa na agricultura brasileira. Antigamente, há 20 anos, por exemplo, a gente falava de boia-fria, mas hoje é tudo mecanizado, automatizado", diz.

Energia eólica 13.nov.2015 -  - Aluisio Moreira/SEI - Aluisio Moreira/SEI
Produção de energia eólica é um dos temas frequentes na prova de geografia
Imagem: Aluisio Moreira/SEI

Vera lembra que a energia também é um assunto recorrente no exame, como a que é gerada pelo petróleo e a energia eólica. "Depois de energia, cai bastante o tema da indústria e dos transportes, a integração rodovia com ferrovia, por exemplo. Um mapa ou um texto que leve a isso pode estar na prova. Mas não é para ficar decorando transporte, é para raciocinar. Por isso, eu sempre oriento os alunos a [re]fazer as provas de 2015 para cá", explica.

Veja os cinco assuntos que mais caem em geografia:

  • Questões ambientais;
  • Urbanização e problemas urbanos;
  • Questão agrária;
  • Globalização;
  • Indústria.

Notícias