PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Seul registra recorde diário de contágios às vésperas de importante feriado

15/09/2021 21h44

Seul, 15 set (EFE).- A região de Seul, capital da Coreia do Sul, registrou nesta quarta-feira seu maior número de casos de covid-19 em 24 horas desde o início da pandemia, preocupando as autoridades de saúde na véspera de um dos principais feriados do país.

A Coreia do Sul somou 2.057 casos da doença em toda a terça-feira, dos quais 1.656 foram detectados na conurbação formada por Seul, a cidade vizinha de Incheon e a província de Gyeonggi, que circunda ambas.

Seul, sozinha, foi responsável por 807 desses casos, também um recorde diário desde que a covid-19 foi detectada pela primeira vez no país, em janeiro de 2020, de acordo com dados divulgados pela Agência de Controle e Prevenção de Doenças Infecciosas (KDCA).

Os números são preocupantes, pois o sábado marca o início de um dos maiores períodos de feriado do país, o "Chuseok", um festival para celebrar a colheita e homenagear os antepassados. Um grande número de deslocamentos costuma ser registrado nessa época na região da capital, onde vive mais da metade da população nacional.

A Coreia do Sul é um dos países que melhor tem controlado a pandemia (com apenas 2.380 mortes e cerca de 252.000 casos no total), mas a escassez no fornecimento global de vacinas e o avanço da variante delta complicaram a situação. Mais de mil casos têm sido relatados por dia desde julho no país.

Até hoje, 67,3% dos 51 milhões de sul-coreanos receberam ao menos uma dose de vacinas contra a doença, e 40,3% completaram o cronograma de vacinação. O governo espera que 70% dos habitantes tenham recebido a dosagem completa até o final de outubro. EFE

asb/id

Notícias