PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Opas vê queda de casos de covid na América do Sul por ciclo da doença e vacina

A maioria dos países da América do Sul vê declínio no número de casos e mortes por covid-19, observou a Opas - Mister Shadow/Estadão Conteúdo
A maioria dos países da América do Sul vê declínio no número de casos e mortes por covid-19, observou a Opas Imagem: Mister Shadow/Estadão Conteúdo

Ilana Cardial

15/09/2021 13h21Atualizada em 15/09/2021 14h05

Diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne observou, em coletiva à imprensa nesta quarta-feira, 14, que a maioria dos países da América do Sul vê declínio no número de casos e mortes por covid-19. O movimento, no entanto, vai na contramão das Américas, que registraram um aumento de quase 20% em novo casos da doença, segundo a diretora.

O gerente de incidentes da Opas, Sylvain Aldighieri, afirma que a queda nos casos na América do Sul se dá por vários fatores. Entre eles, Aldighieri citou o fato dos picos de transmissão terem ocorrido no primeiro trimestre, a sazonalidade da doença e a cobertura da vacinação. Ele ainda citou o Brasil como um dos países cuja cobertura está "muito boa" e segue aumentando.

Segundo a Opas, mais de 30% das pessoas na América Latina e Caribe foram totalmente vacinadas contra a covid-19. "Ainda que a cepa delta (do coronavírus) tenha sido detectada em todos os países da América do Sul que falam espanhol ou português, em vários a variante gama segue predominante", disse Aldighieri, que definiu o cenário como "complexo".

Em todas as Américas, Ettiene mencionou que houve 1,4 milhão de casos e 23,3 mil mortes por covid-19 na última semana.

Na América do Norte, as infecções aumentaram em um terço devido a picos nos EUA e Canadá, informou a diretora. "Os EUA estão notificando mais de 100 mil novas infecções diárias pela primeira vez desde janeiro e a capacidade hospitalar em muitos estados do sul continua preocupantemente baixa".

Notícias