PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Nicholas se rebaixa para tempestade enquanto provoca fortes chuvas no Texas

15/09/2021 00h20

Miami, 14 set (EFE).- Nicholas, transformado em um furacão de categoria 1 na escala Saffir-Simpson, tocou terra na manhã desta terça-feira na parte oriental da Península de Matagorda, no Texas, nos Estados Unidos, mas rapidamente enfraqueceu para uma tempestade tropical enquanto se movia lentamente em direção ao norte-noroeste.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) alertou para o risco de inundações perigosas, especialmente em áreas dos estados americanos do Texas e Louisiana, e em menor grau no Mississippi e Alabama, por causa de Nicholas, que por algumas horas se tornou no sexto furacão deste ano na bacia do Atlântico.

Cerca de quatro horas depois de tocar terra, a tempestade tropical estava localizada a cerca de 50 km ao sul-sudoeste de Houston, Texas, e exibia ventos máximos sustentados de 110 km/h e chuvas fortes.

Nicholas estava se movendo a 15 km/h para o norte-nordeste e avançará ainda mais lentamente quando virar primeiro para o nordeste e depois para o leste amanhã sobre a Louisiana.

Os ventos máximos de Nicholas irão enfraquecer ainda mais e provavelmente se transformarão em uma depressão tropical amanhã.

Os ventos com força de tempestade tropical se estendem por até 205 km do centro.

Nicholas produzirá fortes chuvas em seções da costa do Texas e no sudoeste da Louisiana até meados da semana, bem como subidas do nível do mar de até 1,50 m, alguns tornados e tempestades.

Existem vários avisos em vigor para a costa do Texas e parte da costa da Louisiana para Nicholas.

O site especializado "AccuWeather" indicou que a trajetória de Nicholas é semelhante à do devastador Harvey, que causou graves inundações no Texas em 2017.

O local onde ele tocou terra fica a apenas cerca de 90 km de onde Harvey aterrissou.

No início desta manhã, mais de 200 mil residências, escritórios e empresas no Texas estavam sem energia devido a Nicholas, a maioria delas na área metropolitana de Houston.

Neste ano, seis furacões se formaram na bacia do Atlântico: Elsa, Grace, Henri, Ida, Larry e Nicholas.

Notícias