PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

'Bennifer 2.0': o que a volta de casal aos holofotes nos ensina sobre o jornalismo de celebridades

Alex Taylor - Repórter de entretenimento da BBC

03/08/2021 21h13

Entre 2002 a 2021, a cobertura sobre os famosos mudou muito ? e a volta do casal Jennifer Lopez e Ben Affleck demonstra isso. O que não mudou foi nosso gosto por uma boa história de amor.

Uma foto recente de Jennifer Lopez e Ben Affleck se revelou um símbolo bastante explícito da máquina do tempo ? e de sensações ? que o casal de celebridades representa para o público e para a mídia.

Publicada pela primeira vez pelo site TMZ na semana passada, a imagem mostra o ator acariciando o corpo da cantora em um iate e foi reproduzida freneticamente nas redes sociais, com uma boa dose de nostalgia.

A sensação de volta no tempo tem razão de ser, afinal, a cena é praticamente a mesma de um clipe de 2002 de Jennifer Lopez, conhecida como JLo. Seu então noivo, Affleck fazia o mesmo gesto à bordo de um iate ao som de Jenny from the block.

Mas com a volta do casal, que reatou, e a nova foto em 2021, alguns internautas com olhos de lince observaram que no iate estava também um fotógrafo a bordo registrando aquele momento.

Alguns questionaram a veracidade da cena e até da reconciliação. Independente das doses de verdade ou ficção, já é bem evidente que a história de "Bennifer", como o casal é chamado, é poderosa.

(Re)união dos 'sonhos'

O fascínio por Bennifer 2.0 reflete o lugar especial que o casal ocupou na mídia quando namorou pela primeira vez, avalia Ed Gleave, editor do tabloide britânico Daily Star Sunday.

O relacionamento começou em 2002, no auge da mídia de tabloide, quando a imprensa escrita ainda dominava o jornalismo sobre celebridades. Para fotógrafos e colunistas de fofocas, JLo e Affleck eram o "casal dos sonhos", ambos com carreiras de sucesso.

A cantora tinha sido bem-sucedida com seu primeiro álbum e desenhava uma carreira paralela em Hollywood ? atuando em comédias românticas como Encontro de Amor e O Casamento dos Meus Sonhos, assim como o thriller policial Irresistível Paixão e o filme de terror A Cela.

Affleck já tinha se tornado o roteirista mais jovem a ganhar um Oscar ? por Gênio Indomável, aos 25 anos de idade ? e também estrelou em Shakespeare Apaixonado e A Soma de Todos os Medos. Em dezembro de 2002, o ator também foi eleito o "homem mais sexy do mundo" pela revista People.

"É raro encontrar um casal de celebridades em que ambos estão no topo. Quando isso acontece, os fãs vão à loucura", diz Gleave. "Ambos estavam no auge e eram sensuais, então muitas pessoas se interessavam por suas vidas privadas e queriam ver fotos deles."

Por dois anos, o casal fomentou essa imagem ? inclusive recriando um clima de perseguição de paparazzi no clipe Jenny from the Block. Affleck então pediu a cantora em casamento com um anel de diamante rosa feito sob encomenda, em novembro de 2002.

Mas o excesso de holofotes, bem como uma reação ruim ao filme Contato de Risco, estrelado pelo casal, eventualmente cobrou seu preço. Em 2003, eles adiaram o casamento devido à "atenção excessiva da mídia". Em janeiro do ano seguinte, se separaram.

"Não buscamos ter um relacionamento público, apenas por acaso estávamos juntos na era da emergência dos tabloides", disse Lopez em uma entrevista a Jess Cagle em 2018. "Podemos ter brincado com isso no início porque era divertido, mas depois foi algo que nos destruiu. Foi muita pressão."

Para a jornalista de entretenimento Myra Ali, a narrativa padrão na mídia de celebridades era "impulsionar as pessoas e depois vê-las se despedaçarem".

De volta para o futuro

Duas décadas depois ? e após casamentos que chegaram ao fim em ambos os lados, além da luta de Affleck contra a dependência química ?, a volta do casal não só simboliza a história de um amor potencialmente resgatado, como atende ao anseio por um passado reconfortante.

"A pandemia de coronavírus fez com que todos nós desejássemos coisas familiares. A humanidade sempre faz isso em tempos de crise. Há uma razão pela qual houve um baby boom (explosão de nascimentos) após a Segunda Guerra Mundial", diz Gleave.

"O retorno de Bennifer também dá a todos a esperança de que um final feliz seja possível. Qualquer pessoa que tenha um primeiro amor perdido e pelo qual guarda algum carinho tirará (da história) um pouco de esperança. É por isso que ficamos tão entusiasmados quando Jennifer Aniston e Brad Pitt também pareciam engatar um romance novamente. O casal Bennifer preenche tudo isso, e é exatamente o que muitas pessoas precisam agora."

A forma como o público consumiu as notícias recentes dão pistas desse movimento nostálgico, porque postagens nas contas oficiais dos artistas não bastaram; os fãs foram atrás de clipes e episódios envolvendo Affleck e Jenny no início dos anos 2000.

A foto recente publicada pelo TMZ se espalhou, em grande parte sem créditos, nas redes sociais ? exemplificando o quanto a mídia de celebridades mudou nas últimas décadas, apesar de algumas continuidades. A fotógrafa de entretenimento Carla Speight, com experiência em relações públicas, estima que a imagem possa valer muito dinheiro.

"A foto atrai clicks com um 'tema quente' em termos de notícias de entretenimento de interesse do público. Negociações exclusivas desse tipo com compradores como o TMZ podem facilmente chegar a cinco dígitos."

Isso é importante para os fotógrafos atuais, porque a natureza não regulamentada das mídias sociais faz com que uma imagem possa rapidamente perder valor financeiro conforme ganha força.

"Já aconteceu comigo um milhão de vezes: fãs fazem uma captura de tela e publicam a imagem nas redes sociais, sem direitos autorais. Apesar disso, a imagem ainda é muito relevante, mesmo nos dias de redes sociais."

Parte do apelo da foto de Bennifer 2.0 no iate era sua natureza supostamente verdadeira ? motivo pelo qual muitas pessoas reclamaram quando avistaram um fotógrafo no barco com o casal.

Speight diz que realmente não será uma surpresa se a foto tenha sido encenada. "Se aquela cena foi montada, eles fizeram isso por um bom motivo. Assim que a foto for publicada e se tornar viral, a imprensa vai continuar a usá-la por vários dias", diz ela.

"Isso vai desvalorizar qualquer outra imagem que possa vir nos dias seguintes e, portanto, haverá menos paparazzi à espreita. Além disso, eles (Affleck e Lopez) se tornaram um assunto."

Novos tempos

Mas, ao contrário do início dos anos 2000, quando o casal dependia da mídia para se manter sob os olhos do público ? Affleck até colocou um anúncio na revista Variety para se declarar ?, hoje, celebridades como eles conseguem ter maior controle e visibilidade através de suas próprias redes sociais.

Editora da revista Heat, Kate Randall diz que "as celebridades sabem que nem sempre precisam da imprensa e, agora, podem interagir com seus fãs via Instagram, Twitter e Tik Tok ? e sentir que têm mais controle sobre a narrativa".

Há também contas não pertencentes às celebridades, mas que conseguiram pegar boa parte do nicho nas redes sociais ? como a Deux Moi, que compartilha informações sobre personalidades cedidas anonimamente e tem 1 milhão de seguidores apenas no Instagram.

"A mídia social permite a essas imagens um alcance muito maior, em um tempo menor, que a mídia tabloide do início dos anos 2000. As pessoas estão impacientes e precisam dessa gratificação imediata com novas informações", disse o editor da Deux Moi, que pediu para não ser identificado.

"As pessoas também são muito mais espertas agora ? então, acho que elas gostam de brincar de detetive e especular se Ben e Jen reataram por sentimentos genuínos ou para fins de relações públicas. Estão especulando que estavam recriando cenas para o aniversário do clipe Jenny From The Block, acho que é por isso que um fotógrafo contratado estava lá", avalia o editor.

"Isso remonta ao desejo de nostalgia durante a pandemia ... As pessoas estão ansiando por isso, e agora e Ben e Jen estão reagindo de acordo. Esse é um perfil de celebridade inteligente e generosa, na minha opinião."

Embora Randall concorde, ela observa que celebridades como Affleck e Lopez "prosperam com a atenção" que recebem, o que significa que às vezes uma postagem em redes sociais sozinha "simplesmente não funciona". "Eles querem sua foto em todos os jornais, revistas e sites que existem", diz a editora.

Randall explica que um ingrediente chave para uma celebridade alcançar outras mídias e, ao mesmo tempo, manter o controle da situação, é moldar um senso de autenticidade que pareça identificável ? especialmente em um momento em que o público começa a rejeitar a falta de veracidade do influencer clássico, cujo conteúdo e até personalidade é totalmente calculado.

"Os fãs estão começando a perceber que o que é postado no Instagram nem sempre é a verdade e querem ver as fotos imperfeitas, espontâneas ? para conseguir ver além das versões que as celebridades estão publicando de si mesmas. Com Bennifer 2.0, é como se estivéssemos de volta a 2002 ? o que é emocionante."


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=LUKFP9Qzqyw&pp=sAQA

https://www.youtube.com/watch?v=4MqMZJnNwVs&pp=sAQA

https://www.youtube.com/watch?v=fKf2HCJBvzU&pp=sAQA

Notícias