PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Petróleo fecha em baixa devido a dados de atividade manufatureira em China e EUA

02/08/2021 19h32

Nova York, 2 Ago 2021 (AFP) - Os preços internacionais do petróleo fecharam em queda nesta segunda-feira (2), após números decepcionantes da atividade manufatureira na China e nos Estados Unidos, e um aumento de produção da Opep.

Em Nova York, o barril de "light sweet" (WTI) para entrega em setembro recuou 3,63%, ao fechar em 71,26 dólares.

Enquanto isso, em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em outubro fechou seu primeiro dia de cotação como contrato de referência a 72,89 dólares e queda de 3,34% com relação à sessão de sexta-feira.

"As cifras de atividade manufatureira na China foram ruins, próximas de uma contração. Poderá facilmente registrar uma contração no próximo mês", disse Robert Yawger, da Mizuho USA.

A atividade manufatureira caiu ao seu menor nível em 15 meses na China em julho, segundo um índice independente publicado na segunda-feira, que confirma a tendência do índice oficial.

Já o setor manufatureiro nos Estados Unidos subiu em julho mas, pelo segundo mês consecutivo, o fez em uma escala menor do que o esperado devido a dificuldades de abastecimento que impedem que as indústrias respondam à alta demanda.

O índice ISM dos gestores de compras, publicado nesta segunda-feira, situou-se a 59,5% contra 60,6% no mês passado, quando os analistas esperavam um leve aumento a 60,7%.

Um valor deste índice acima de 50% indica expansão da atividade.

Esta cifra americana acentuou a queda de preços registrada no mercado do petróleo, destacou Yawger.

"Além disso, a Opep adicionará 400.000 barris por dia à sua produção nos próximos 14 meses", lembrou o analista.

"Com a demanda em baixa com estas cifras industriais, isto implica em que talvez não sejam necessários tão rapidamente estes 400.000 barris adicionais no mercado, que poderiam ter sido espaçados no tempo", refletiu.

js-vmt/jum/mr/llu/mvv

Notícias