PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Reino Unido busca excluir a China de seus projetos nucleares, segundo a imprensa

26/07/2021 11h50

Londres, 26 Jul 2021 (AFP) - O governo britânico busca uma forma de impedir o grupo chinês CGN de participar de novos projetos de usinas nucleares, informou a imprensa nesta segunda-feira (26).

A medida pode complicar ainda mais as relações diplomáticas entre Reino Unido e China, já abaladas por questões como a ex-colônia britânica de Hong Kong e o tratamento da minoria uigur na região de Xinjiang.

A agência de notícias PA, citando uma fonte do governo que confirma uma informação revelada pelo Financial Times, explica que membros do governo buscam bloquear a participação do CGN no setor nuclear britânico.

Isso implicaria excluir o grupo chinês do projeto de Sizewell, no qual participa como sócio minoritário da firma EDF e de Bradwell (sudeste), que dirige sozinho e deveria estar equipada com sua própria tecnologia.

Por outro lado, não afetaria o projeto mais avançado de Hinkley Point, administrado por EDF e CGN, a única central nuclear em construção no país que deve estar funcionando em alguns anos.

Questionado pela AFP, um porta-voz do ministério britânico de Energia se limitou a afirmar que todos os projetos nucleares "são alvo de uma regulamentação robusta e independente" para respeitar "as exigências de segurança nacional".

Um porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Zhao Lijian, declarou saber da questões pela imprensa, mas lembrou que "China e Reino Unido são importantes sócios comerciais e de investimento".

"O Reino Unido deve oferecer às empresas chinesas um ambiente comercial aberto, justo e não discriminatório", afirmou.

jbo-ehl/els/dbh/mb/aa

EDF - ELECTRICITE DE FRANCE

CGN Power

Notícias