PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Bolsa de Hong Kong tem queda expressiva de 4,13%

26/07/2021 06h05

Hong Kong, 26 Jul 2021 (AFP) - A Bolsa de Hong Kong encerrou a sessão de segunda-feira em queda de 4,13%, afetada pela decisão da China de reformar a educação privada para evitar que as empresas do setor tenham lucro, enquanto as empresas de tecnologia também foram impactadas pelas medidas contra Tencent.

O índice Hang Seng perdeu 1.129,66 pontos, a 26.192,32 unidades.

O índice de referência da Bolsa de Xangai caiu 2,34% e o mercado de Shenzhen registrou queda de 2,28%.

De acordo com as novas regras publicadas no sábado pelo governo chinês, as empresas de apoio escolar devem ser registradas a partir de agora como associações sem fins lucrativos.

O setor era avaliado em 260 bilhões de dólares en 2018, estimulado por um sistema muito competitivo que vai do jardim de infância até a universidade, segundo a consultoria L.E.K. Consulting.

Analistas do JP Morgan Chase afirmaram que se no momento não é seguro que as empresas possam continuar com a abertura de capital, a nova regulamentação faz com que suas ações sejam pouco atraentes para investimento.

Uma demonstração: a empresa New Oriental Education & Technology Group perdeu quase metade de seu valor em Hong Kong e registrou queda de quase 41% na sexta-feira, entre especulações sobre a decisão do governo nas redes sociais.

A Koolearn Technology registrou queda de 33% e a China Maple Leaf Educational Systems cedeu quase 10%.

dan/leg/mar/zm/fp

Notícias