PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

País não resolverá questão ambiental sem revolver questão social, diz presidente da Caixa

20.fev.2020 - Presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante lançamento do crédito imobiliário com taxa fixa - Marcos Corrêa/PR
20.fev.2020 - Presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante lançamento do crédito imobiliário com taxa fixa Imagem: Marcos Corrêa/PR

Aline Bronzati e Marcelo Mota

Do Estadão Conteúdo, em São Paulo

22/06/2021 12h23Atualizada em 22/06/2021 13h46

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que o maior desafio do Brasil é resolver as diferenças sociais existentes no país afora. "O Brasil não vai conseguir resolver a questão ambiental sem revolver a questão social. Temos diferença brutal entre as cidades, estados do Sudeste e o interior do Norte e Nordeste", disse ele, durante plenária do Ciab, tradicional evento de tecnologia bancária.

Para o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, o Brasil precisa agir em meio ao avanço da pauta ESG (sigla em inglês para as questões ambientais, sociais e de governança).

"Obrigatoriamente o Brasil tem de estar inserido uma vez que detém a maior floresta", ressaltou Lazari. "Temos a maior reserva florestal do mundo. O mundo inteiro nos olha com muita inveja e muita preocupação para o Brasil por conta de seus recursos naturais", afirmou.

O lado ambiental, destacou, não tem de ficar fora da pauta econômica. "O país vai crescer a economia, tecnologia, mas precisa de respeito e crescimento da pauta ESG", acrescentou.

O Ciab é promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e ocorre entre esta terça e a sexta-feira. Por conta da pandemia, o evento é feito no formato semipresencial.

Notícias