PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Flexibilização de medidas anticovid na Eurocopa preocupa, diz OMS

22/06/2021 12h52

Copenhaga, 22 Jun 2021 (AFP) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) manifestou, nesta terça-feira (22), sua "preocupação" diante da flexibilização das restrições contra o coronavírus nos países que participam da Eurocopa.

"Em algumas das cidades anfitriãs, os casos de covid-19 já estão aumentando nas zonas onde as partidas estão sendo disputadas", declarou Robb Butler, um diretor-executivo do escritório regional da OMS para a Europa, à AFP.

A organização da ONU, que se negou a nomear diretamente cidades e países, lamentou o fato de que "alguns estádios que acolhem o torneio estão aumentando o número de espectadores que podem ver uma partida".

As autoridades britânicas anunciaram, nesta terça, que serão permitidos mais de 60.000 espectadores em Wembley para as semifinais e para a final do torneio, contra os 40.000 previstos inicialmente.

Nas zonas onde o contágio aumenta, a OMS Europa pede que se aja com rapidez.

"Temos que agir com rapidez (...) desenvolvendo os testes e a sequenciamento, intensificando o rastreamento de contatos e acelerando a vacinação entre as pessoas vulneráveis e as que correm mais risco", afirmou a organização.

Na Dinamarca, foram detectados 29 casos relacionados com os jogos da Eurocopa que acontecem em Copenhague, anunciaram hoje as autoridades locais.

Trata-se de casos "em que a pessoa estava doente durante a partida, ou se contaminou durante a mesma. Em tese, pode haver mais pessoas infectadas", disse uma representante das autoridades de saúde, Anette Lykke Petri, em entrevista coletiva.

No país nórdico, o público foi ampliado para 25.000 espectadores desde 17 de junho, contra os 16.000 previstos inicialmente.

cbw/jll/bp/jz-pc/mb/tt

Notícias