PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Papa reconhece virtudes heroicas de 'pai' da União Europeia

19/06/2021 09h13

VATICANO, 19 JUN (ANSA) - O papa Francisco autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar o decreto que reconhece as "virtudes heroicas" do ex-primeiro-ministro da França Robert Schuman, considerado o pai fundador da União Europeia.   

O reconhecimento das "virtudes heroicas" pelo Vaticano comprova os requisitos de vida necessários para o início formal dos processos de beatificação e canonização. Hoje Schuman é considerado "servo de Deus", primeira das quatro etapas do procedimento: em seguida vêm os títulos de venerável, beato e, por fim, santo.   

Para alcançar os dois últimos estágios, no entanto, é necessária a comprovação de milagres. Nascido em Luxemburgo em 29 de junho de 1886, Schuman foi primeiro-ministro da França entre novembro de 1947 e julho de 1948 e entre os dias 5 e 11 de setembro de 1948.   

Em 1950, com a "Declaração Schuman", propôs que as produções de carvão e aço de França e Alemanha, inimigas nas duas guerras mundiais do século 20, fossem colocadas sob uma autoridade comum, cogitando a participação de outros países.   

O projeto levou à criação da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, embrião da União Europeia. Schuman também foi presidente da Assembleia Parlamentar Europeia, que daria origem ao Parlamento Europeu, entre março de 1958 e março de 1960.   

Católico fervoroso, ele morreria em 4 de setembro de 1963, aos 77 anos, em Scy-Chazelles, na França. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias