PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Argentina registra mais de 23,7 mil casos e 529 mortes por covid-19 em 24h

17/06/2021 22h25

Buenos Aires, 17 jun (EFE).- A Argentina registrou nesta quinta-feira 23.780 novos casos de covid-19, chegando a 4.222.400 desde o início da pandemia, enquanto as mortes subiram para 87.789, após 529 óbitos notificados nas últimas 24 horas.

Os números apresentam uma ligeira queda em relação aos casos registrados ontem, quando foram notificadas 25.878 infecções.

O recorde de casos diários na Argentina foi registrado em 27 de maio, com a notificação de 41.080 infecções, enquanto o maior número de mortes foi no dia 18 do mesmo mês, com 745 óbitos.

Na província de Buenos Aires foram notificados 8.185 casos hoje, enquanto na província de Córdoba foram 3.085 positivos; em Santa Fé, 2.284, e na capital da Argentina, 1.590 infecções.

De acordo com o relatório oficial, 3,8 milhões de pessoas já se recuperaram da doença, enquanto o número de pessoas com diagnóstico confirmado de covid-19 que permanecem internadas hoje em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) foi de 7.520, após o recorde da última segunda-feira de 7.969.

A porcentagem de ocupação de leitos de UTIs para todos os tipos de patologias é de 76% em todo o país e 73,9% se for considerada apenas Buenos Aires e seus arredores.

Até o momento, já foram realizados 15,6 milhões de testes para detectar o vírus na Argentina, dos quais 98.946 ocorreram hoje.

Desde abril, o país está atravessando um aumento vertiginoso de casos de covid-19, com um nível crescente de ocupação de leitos em UTIs.

Diante desse cenário, o governo de Alberto Fernández anunciou em maio um endurecimento das restrições em quase todo o país, medidas que começaram a ser flexibilizadas no último sábado.

Enquanto enfrenta a segunda onda da covid-19, a Argentina, com cerca de 45 milhões de habitantes, continua sua campanha de vacinação contra o coronavírus, iniciada no final de dezembro do ano passado.

De acordo com dados oficiais divulgados hoje, 17,1 milhões de doses foram aplicadas até o momento, de um total de 20,2 milhões recebidas de diversos laboratórios.

Um total de 13,6 milhões de pessoas receberam a primeira dose da vacina, enquanto 3,5 milhões de pessoas já foram totalmente imunizadas.

Notícias