PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Casos globais caem pela 7ª semana consecutiva, mas África preocupa, diz OMS

14/06/2021 20h32

Genebra, 14 jun (EFE).- Os casos globais de covid-19 caíram pela sétima semana consecutiva, o que representa o maior período de baixa desde o início da pandemia, embora os contágios continuem aumentando em algumas partes do planeta, como na África, advertiu nesta segunda-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"O forte aumento na África é especialmente preocupante devido ao acesso escasso a vacinas, diagnósticos e oxigênio na região", informou em entrevista coletiva o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.

O chefe da OMS ressaltou que, apesar de os números absolutos da África serem menores do que em outros continentes, a região tem a maior taxa de mortalidade em pacientes graves, como apontado recentemente em estudo publicado pela revista "The Lancet".

Tedros ainda destacou que as mortes diárias globais, cerca de 10 mil, não estão caindo em um ritmo tão rápido como os casos.

"Só no tempo de duração desta entrevista coletiva terão morrido mais 420 pessoas", exemplificou.

Além disso, enfatizou que o surgimento de novas variantes do coronavírus "indica que o risco é maior para as pessoas ainda não imunizadas, e que o vírus continua se espalhando mais rápido do que a vacinação".

Como já havia dito na cúpulo da G7, no fim de semana passado, Tedros ressaltou que o mundo precisa aplicar cerca de 11 bilhões de doses para bater a meta de vacinar 70% da população e alcançar a imunidade de grupo. Até agora, cerca de 2 bilhões de doses foram administradas.

"O anúncio por parte do G7 de que serão doadas 870 milhões de doses será de grande ajuda, mas necessitamos mais doses e mais rápido. As altas taxas de vacinação (nos países do G7) ajudaram a baixar os números de casos e mortes ao mínimo, mas muitos países continuam dependendo das medidas de saúde pública e que têm sido a chave da resposta à pandemia", declarou Tedros.

Notícias