PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Operação da Polícia Federal prende no Rio líder do PCC

Arma apreendida em operação da Polícia Federal que prendeu no Rio de Janeiro líder do PCC - Polícia Federal do Rio de Janeiro
Arma apreendida em operação da Polícia Federal que prendeu no Rio de Janeiro líder do PCC Imagem: Polícia Federal do Rio de Janeiro
do UOL

Do UOL, em São Paulo

07/06/2021 15h51Atualizada em 07/06/2021 17h27

A PF (Polícia Federal) prendeu hoje o líder de uma facção criminosa descrita como "de forte atuação no estado de São Paulo". Os nomes do preso e da facção à qual ele pertence não foram informados pela PF, mas segundo apurou a reportagem do UOL ele é do PCC (Primeiro Comando da Capital). O mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de Bangu (RJ) e cumprido na Operação Litoral.

De acordo com as investigações, o preso orientava outros membros mais jovens para atuar no crime, além de administrar uma área em que alega possuir domínio para a venda de drogas no litoral paulista, onde era intermediador entre os fornecedores da droga e os traficantes da base.

Nos áudios captados pela investigação e autorizados pela Justiça, há diálogos com outros integrantes da facção relacionado ao armazenamento e a posse de armas de fogo e munições, além de menção a execução de pessoas, sejam desafetos da organização criminosa, ou integrantes da mesma aceitos pelo grupo, mas que se desviaram da doutrina imposta.

A investigação também concluiu que o algo da operação repassam serviços para outros faccionados.

No final de 2020, a Polícia Federal deflagrou a Operação Expurgo para cumprir 27 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, em seis estados da federação (RJ, SP, PE, MG, PA e MS).

Na ocasião, os mandados também foram expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Bangu em investigação sobre as atividades criminosas de lideranças e dos principais integrantes de uma facção do crime organizado que atua em âmbito nacional.

Notícias