PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Incidência da Covid-19 segue diminuindo na Espanha

14/05/2021 22h16

Madri, 14 mai (EFE).- A incidência do coronavírus continua diminuindo na Espanha, situando-se nesta sexta-feira em 162,03 casos por 100 mil habitantes, quatro pontos a menos do que ontem.

Os últimos dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde espanhol indicam que o número total de casos de coronavírus desde o início da pandemia é de 3.604.799, dos quais 3.084 foram diagnosticados nas últimas 24 horas.

A Espanha enfrentará pela primeira vez em seis meses seu primeiro final de semana completo sem o guarda-chuva do estado de emergência, uma situação que permite o deslocamento entre regiões e tem causado engarrafamentos nas vias que ligam as principais cidades do país ao litoral.

Uma vez cancelados os fechamentos de perímetro entre as comunidades autônomas, muitos espanhóis fizeram as malas e se deslocaram para outra região ou outros municípios dentro da mesma, como comprova o aumento de 42% nas partidas de Madri em relação à semana passada, segundo os dados da Direção-Geral de Trânsito (DGT).

Embora não haja mais estado de emergência, um mecanismo que só pode ser ativado pelo governo central, os governos regionais impuseram várias restrições para evitar o aumento de contágios.

Nesta semana, a ministra da Saúde espanhola, Carolina Darias, manifestou sua preocupação com as aglomerações como as que ocorreram no final de semana passado, quando centenas de pessoas se reuniram em diferentes cidades espanholas para comemorar o fim do estado de emergência, e pediu responsabilidade aos cidadãos.

Segundo a ministra, embora a situação tenha melhorado e a campanha de vacinação esteja progredindo, a premissa é manter a prevenção e ser muito rigoroso nas medidas de segurança.

Sobre esta mesma questão, o presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, lembrou hoje que "o vírus continua circulando entre nós", razão pela qual reforçou sua mensagem de "não baixar a guarda", embora a Espanha esteja dirigindo-se "em linha reta para a imunidade de grupo".

Notícias