PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Randolfe diz que apresentarará 3º pedido de convocação de Paulo Guedes

24.fev.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes - Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
24.fev.2021 - O ministro da Economia, Paulo Guedes Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
do UOL

Lucas Valença e Luciana Amaral

Colaboração para o UOL e do UOL, em Brasília

04/05/2021 19h37Atualizada em 04/05/2021 19h37

A equipe do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, prepara um novo requerimento de convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes. O pedido deve ser apreciado pelo colegiado nesta quarta-feira (5).

O pedido do vice-presidente da CPI diz respeito às declarações do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que depôs hoje na comissão parlamentar de inquérito do Senado, de que Guedes não "entendeu a gravidade da pandemia" e que "telefonemas que não eram respondidos" pelo chefe da Economia.

Para o ex-ministro da Saúde, existia um distanciamento da equipe econômica com a área da saúde e não havia uma compreensão da gravidade da crise sanitária por Guedes.

"[Guedes] não soube nem olhar para o calendário [de vacinação] para falar 'poxa, não tem vacina sendo comercializada no mundo'. Eu só posso lamentar. O ministro da Economia não ajudou em nada, pelo contrário. Só ligava e falava 'já mandei o dinheiro, se virem, agora vamos tocar a economia", disse.

Para Randolfe, é "inevitável" que a comissão aprecie o requerimento de convocação de Guedes, assim como de outros minsitros.

"É inevitável analisar o requerimento de [Fabio] Wajngarten [ex-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência], do ministro da Justiça [Anderson Torres] e acredito que torna-se urgente a apreciação do requerimento de convocação de Paulo Guedes", disse Randolfe.

Em se depoimento hoje, Mandetta também chegou a acusar Guedes de ser "desonesto intelectualmente" e "um homem pequeno para estar onde está".

O novo pedido de convocação deverá manter o mesmo teor de outros dois outros requerimentos dos senadores Humberto Costa (PT-PE) e Alessandro Vieira (Cidadania-RS), que também tentam convocar Guedes para a CPI da Covid.

A previsão é que os três pedidos sejam apreciados amanhã após o depoimento do ex-ministro da Saúde Nelson Teich, que deve começar às 10h. A convocação do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten também deverá ser avaliada.

"Torna-se urgente, aí é uma avaliação minha, a apreciação da convocação do ministro Paulo Guedes", afirmou Randolfe Rodrigues, antes de o senador Renan Calheiros (MDB-AL) anunciar o voto para convocação do ministro.

Notícias