PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Mulher desaparecida em 2020 é achada viva em cânion, comendo musgo e grama

Mulher estava em uma barraca na região do Cânion Diamond Fork - Divulgação/Utah County Sheriff"s Office
Mulher estava em uma barraca na região do Cânion Diamond Fork Imagem: Divulgação/Utah County Sheriff's Office
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/05/2021 19h54Atualizada em 05/05/2021 08h15

Uma mulher norte-americana que estava há quase seis meses desaparecida foi encontrada vivendo em uma barraca no Cânion Diamond Fork, no estado de Utah. De acordo com a polícia local, ela foi achada após um drone cair perto do local onde ela estava.

As autoridades foram procurar o equipamento quando se depararam com uma barraca, que parecia estar abandonada. Pouco depois, o zíper da tenda foi aberto e dela saiu a mulher, que teve seu nome divulgado.

"Ela, de 47 anos de idade, perdeu uma quantidade significativa de peso e estava fraca. Mas também era aparentemente engenhosa. Agora, nós acreditamos que ela ficou de vontade própria na área por meses, desde novembro de 2020", diz um comunicado do departamento de polícia.

Eles encontraram uma quantidade pequena de comida com a mulher, que declarou estar comendo musgo e grama para subsistir. Ela também tinha acesso a água, vinda de um rio nas proximidades.

Os oficiais decidiram levá-la para um hospital para que ela realizasse uma avaliação de sua saúde mental. Porém, os policiais enfatizaram que a mulher não quebrou nenhuma lei e que, caso decida retornar ao local, eles deixarão a ela recursos que possa utilizar, se quiser.

Notícias